06 maio 2010

Sobre tipos físicos, sobre mim

Esses dias, em uma conversa com a minha mãe, ela comentava sobre como algumas pessoas são maldosas e dizem coisas ofensivas assim, de graça, com o único intuito de magoar. Aí eu tentei explicar para ela que isso só nos afeta se nós nos deixarmos ser afetados. Aprender a lidar com críticas é um exercício que eu pratico diariamente, por causa do blog. Um exercício que começou há quase 2 anos e que hoje, finalmente, me parece mais fácil. Se há alguns meses eu me ofendi mortalmente e chorei quando li em um blog alguém dizendo que eu era muito feia, hoje eu apenas daria um sorriso discreto e pensaria "ah, mas eu me acho tão bonitinha!".

Aí eu fui explicando tudo isso para ela, contando desde o comecinho do blog, dos comentários maldosos que já recebi, das vezes que isso me magoou, das vezes que me fez rir e de como isso tudo, de certa forma, me ajudou a ser mais confiante, por mais paradoxo que possa parecer. Ela me perguntou "como alguém se torna confiante dando a cara à tapa diariamente e tendo que ler pessoas criticando sua imagem? você não precisa passar por isso". Eu poderia ter dito que o que elevou minha autoestima (oi? nova ortografia - sounds weird) foram os outros milhões de comentários fofos que eu recebi, ao longo desses quase dois anos, das pessoas queridas que passaram por aqui e elogiaram o que quer que fosse. Mas não é tão simples assim. Porque, na verdade mesmo, o que me ajudou nesse processo de autoaceitação foram os comentários negativos.

A imagem que eu vejo quando olho no espelho é essa aqui:

1) Uma mulher com rosto de menina e que, por esse motivo, não transmite muita confiança. Tenho quase 30 anos e todo mundo acha que tenho 20. O que eu fiz para conquistar a confiança das pessoas? Apostei na fala, no meu poder de persuasão, na minha capacidade de convencimento - e olha, eu sou bem boa nisso. Quando eu falo, modéstia a parte, a desconfiança gerada pela minha carinha de menina boba some, porque eu falo com propriedade (ainda que eu esteja falando uma grande merda, faço parecer a coisa mais coerente do mundo! hahaha...).

2) Uma pessoa magra, que pesa 53kg e veste P, mas que precisa usar M porque simplesmente não tem cintura. Cara, isso já me tirou o sono durante muitos anos, mas o que eu vou fazer, me matar? Usar um saco de batatas para disfarçar? Fazer uma lipo? Não. Eu aceitei que sou assim, nasci desse jeito, não tenho cinturinha de pilão e quadril redondo como a maioria das brasileiras. Não tenho, e daí? Eu sou feia por causa disso? Talvez você ache, mas eu não acho não. Aprendi a tirar proveito dessa situação e a disfarçar com cintinhos ou coletes que criem a ilusão de haver uma cintura. Mas não, não há, que fique claro, eu não tenho cintura ne-nhu-ma. E sou feliz assim. Next...

3) Alguém que tem o tronco curto e as pernas longas. E, cara, nem acho isso feio, mas dia desses alguém comentou aqui no blog que é estranho. Eu sei lá se é estranho, quem foi que disse? Porque raios alguém falou que, para ser estéticamente bonito, é preciso ser simétrico, ou magro, ou loiro, ou alto, ou sei lá o quê? Bom, para resolver o meu probleminha com proporções eu procuro usar sapatilha quando visto cintura alta, aí minhas pernas parecem menores e não fica tão desproporcional. Mas, vez ou outra, eu nem ligo e coloco um saltão mesmo. Todo mundo elogia as pernas da Ana Hickmann, pô!

4) Há alguns anos eu também via uma mulher com seios tamanho P, quase PP. Mas isso eu resolvi com 240cc de silicone porque... né? Algumas pequenas coisinhas que a natureza dá uma sacaneada a gente pode resolver drasticamente se preciso for, desde que isso não passe dos limites. O que Deus não dá, o dinheiro compra! rs... (Hoje eu não faria, mas não me arrependo de jeito nenhum).

Eu poderia enumerar outras coisas mas, basicamente, é isso. O blog e as fotos me fizeram ver quem eu realmente sou. As observações de vocês (mesmo as mais mal educadas) me fizeram aceitar isso. Eu não me acho linda, modelo de beleza, nada disso. Mas - não conta para ninguém senão vão me chamar de metida - eu me acho bem bonita. Eu gosto de ser quem eu sou, do ponto de vista das características físicas mesmo, eu gosto, fazer o quê? Gosto de não ser perfeita, gosto de saber lidar com isso, gosto, ponto final. Digam o que quiserem, eu não me ofendo mais.

E aí, terminei a conversa com a minha mãe dizendo o que disse no começo desse post: a maldade só nos afeta se nós nos deixarmos ser afetados. Eu tenho consciência de quem eu sou, então deixa que digam, que pensem, que falem, não muda meu dia, que dirá minha vida. Se o que motiva esses comentários é a vontade de ofender, eu sinto muito, não surtem efeito, eu sou muito bem resolvida.

E acho que essa é a base da felicidade, que a gente se aceite, que a gente melhore aquilo que dá para melhorar e seja feliz do jeito que pode, senão vamos passar a vida toda em busca de um ideal que não existe. Existem tipos físicos. Gente magra, gente gordinha, gente alta, gente pequenina. E isso não é algo que possa ser mensurado, o valor de alguém não está na sua aparência, isso é tão óbvio que me sinto até ridícula falando, mas parece que, às vezes, é preciso ainda dizer.

As pessoas mais bonitas que eu conheço são as menos perfeitas. E as mais interessantes.

92 comentários:

Lily Zemuner disse... - Responder comentário

Eu apaguei o post sem querer e perdi 2 comentários, então vou postá-los a seguir, porque são muito bons:

Lily Zemuner disse... - Responder comentário

Cyca:

Ahhh Lili, isso é verdade. Eu gostaria de acreditar que não, mas existem sim pessoas que sentem prazer em falar mal dos outros por falar... ai ai! Como diz minha mãe, todos deveriam seguir o conselho: "Se não tem nada de bom pra falar, melhor ficar quieta.". Se alguém te magoou, não liga não! Você é cheia de fãs que te adoram, te acham linda e seu blog maravlhoosssoo! Boa quinta-feira, xuxu! Bjinhus!

Lily Zemuner disse... - Responder comentário

Fernanda:

Eu passei a notar que eu tinha um pescoço comprido quando descobri que um grupo de meninas do colégio que eu estudava me chamavam de girafa. Chega a ser patético as pessoas ficarem procurando defeito nos outros só pra magoar e assim se sentir melhor com si mesma. Isso tem um nome, INVEJA. Eu não podia cortar o cabelo e já falavam que eu tinha cabelo de homem! rsrsrsrs
Acho que não existe ninguém no mundo q não sofreu com esse tipo de coisa!! Então relaxe, o importante é vc se gostar e o resto que se dane!!!
bjusss

www.doceamoramoda.blogspot.com

Karla disse... - Responder comentário

Menina, te acho linda!!! Sério mesmo!!! Sempre achei sua beleza exótica: esse olhão claro e o cabelo escuro.
Não consigo acredito como alguém pode ter te chamado de feia.
Deixa eu te contar algo : eu sou baixinha, gordinha e peituda. Imagina! Mas eu me amo!
Todos os dias tenho que escutar que tenho o rosto tão legal, se estou pensando em fazer dieta, se quero reduzir meus seios ( coisa que cheguei pertíssimo de fazer, mas quando o médico disse que talvez eu não pudesse amamentar, desisti), enfim, sempre tem alguém com a "melhor da intenções" querendo me aconselhar.
O que eu faço?Finjo que ouço e sigo em frente. Visto o que gosto e não me incomodo.
Vou te contar que não foi fácil. Tive uma adolescência com auto estima super baixa, mas meu marido ( estamos juntos desde os 16 anos!) me escolheu entre várias.Ele era o bonitinho da turma,rs.
Segundo ele o que o cativou foi meu bom humor, minha inteligência e "minha beleza".
Desde então me assumi e sou feliz!!!

Rejane disse... - Responder comentário

Como gostei de ler esse post,me fez bem!!

Você é uma mulher lindaaaaaaaaaaa...

Se nós temos defeitos é eles que fazem nossa diferença. E é porque Deus quis assim e pronto.

Beijosssssssssss

Cássia disse... - Responder comentário

Adorei o post...
Acredita que hoje eu estava ppensando mesmo em postar algo do tipo.
Eu concordo com tudo o que vc disse.
Absolutamente verdade.
e realmente não entendo como há pessoas que gostam de botar os outros pra baixo.Uma coisa minha mãe sempre fala: quem não brilha quer tirar o brilho dos outros.
Se alguém falar algo de vc, não importa, o que importa é o que você acha de si.

disse... - Responder comentário

Ah Lily, é tudo intriga da oposição!
Eu já fui magérrima, mas não me troco pelo que sou hoje em dia não!
É claro que temos umas briguinhas com a balança, com o espelho, com o pente, mas nada que se possa dar um jeito!

Você é linda, e sabe disso!
Vamos fazer as fotos logo e você vai ver quantos elogios mais vai receber!
hahahaha

BeijOca!

lea disse... - Responder comentário

E isso ai garota, nada como se amar nao e´, e sabe que eu acho, quem geralmente coloca defeito nos outros, pode ter certeza que sao as que mais tem problemas de se aceitarem, ai fica mais facil dizer que a outra tem perna comprida,etc... como se isso fosse acrescentar mt na vida da pessoa ne nao?? Voce e linda e ponto final.Eu acho que a pessoa tem o direito de comentar sobre a roupa, mas apontar defeitos numa pessoa que vc so conheçe pro foto ja e demais.bjossss

Cláudia Paulino disse... - Responder comentário

Linda e querida Lily, você é uma boneca de porcelana francesa !!!
Linda, cheia de estilo, cheia de personalidade, criativa, doce !!! Enfim, uma defeitinho cá, outro defeitinho acolá, todas temos, até a Gisele Bündchen tem...
Ninguém tem o direito de ofender o outro, de criticar, de magoar.
A aceitação é TUDO !!!
Se a gente não se gostar, não vai ser feliz nunca !!!
Eu sou baixinha, tenho um quadril enorme(sou a falsa magra - da cintura pra cima sou bem fininha, da cintura pra baixo...), tenho pouco busto (tbm quero siliconeee)e nariz de batatinha, mas aprendi a me amar assim e valorizar o que tenho de mais bonito !!!
Acho que as críticas ajudam a crescer, a melhorar, mas somente quando são construtivas e bem intencionadas.
Tem gente do mal que não tem coragem de se olhar no espelho, mas adooooro colocar defeito nos outros.
eu sou sua fã e estou com muuuuitas saudaaades, viu ???
Quero saber se vc e André já colocaram a mão na massa (ou no peixe, ou no frango, ou sei lá...), hem ????
Beijoooooocas com carinho e admiração

Me Visto Assim disse... - Responder comentário

Tem muita coisa que é melhor não falar, não é! Da mesma forma que uma gordinha não gosta que fale que ela é gorda eu como magra também não gosto de ouvir que estou magra demais. Tem coisas que agente só pensa e não fala, pois não é legal magoar ninguém de graça.
Bjs.

Cinthia disse... - Responder comentário

Nossa que aula de auto-estima...amei!!!
E olha se ame mesmo pq vc é linda, e além de linda assim, referência de muito bom gosto...bjos!!!

Franciele disse... - Responder comentário

Gostei muito do texto! Eu também passo por muitas dificuldades por ter cara de menina, e tb tive que desenvolver outras qualidades para que acreditassem em mim. Eu acho importante que cada um seja ciente do que é e seja feliz com isso... Você é uma pessoa de alma elevada por conseguir isso! Eu tb melhorei muito isso em mim. Acho que as pessoas deviam procurar mais se construir do que ficar falando coisas da boca pra fora!

Beijos!

Kerou disse... - Responder comentário

Lilyyyyyyyyy!! vc quase me fez chorar com este post viu??

Ontem recebi um comentário bem maudoso no meu blog... assim de graça sem motivo algum! E isso que eu tento não aparecer muito com minha" carinha" nele... ainda preciso superar a vergonha rss

Mas com este seu post comecei a pensar.. realmente tem gente que simplesmene ofende só para magoar mesmo! assim de graça!
mas como vc me ensinou... " a maldade só nos afeta se nós nos deixarmos ser afetados"

Adoro te! e acho seus looks e esse seu olho dor de céu maravilhosos!!!

beijokas estraladas**

Renata disse... - Responder comentário

Lindo texto...

Concordo com você em tudo. E tb acredito que beleza é totalmente relativo aos olhos de quem ama. Existe mulher mais bonita que a nossa mãe? O homem que vc ama, seja ele seu pai, seu marido ou namorado, tb será o homem mais lindo. E isso não impede de vc achar um astro do cinema maravilhoso, mas vc não trocaria essa pessoa especial nem pelo Brad Pitt ou pela Angelina Jolie. A beleza é o olhar sincero, as palavras de carinho, o sorriso companheiro.
Vc é maravilhosa por fora, mas sua beleza interior é linda e valiosa como um diamante.

Beijinhos mil!

si disse... - Responder comentário

Oi Lily, já faz algum tempo que acompanho seu blog, poucas vezes eu comento, por falta de tempo, mas sempre dou uma passadinha para ver seus looks.Você é uma inspiração para mim, tenho o corpo parecido com o seu.Sabe que muitas vezes queria comprar uma roupa e achava horrível em mim, nas outras pessoas ficava tão bonito!Hoje sei valorizar o que eu tenho de melhor e desfarçar o que está sobrando.
Você além de ser linda é muito inteligente, parabéns pelo blog.

Drix disse... - Responder comentário

Bom, acho que a gente tem que se aceitar como é.
Eu também tenho 35 anos e cara de 20. Aliás, sou paquerada só por adolescentes de até 20 anos,rsrsrsrs.
Uso P e PP, não tenho peitões, nem corpo durinho ....
Acho que existem coisas mais importantes pra gente se preocupar. Essas pessoas maldosas, deveriam olhar mais para si próprias , do que para os outros. Aliás, somos espelhos, refletimos nos outros aquilo que somos, então......
bjinhos

Carlinha disse... - Responder comentário

Nossa mas que texto tudo!!!

Olha, eu já te achava linda de morrer, mas depois de ler isso, tive certeza, tu é a perfeição em pessoa menina!!!

bjoss

Ligia disse... - Responder comentário

Ah Lily, que bom que vc é bem resolvida e soube tirar algo bom de comentários maldosos. Infelizmente, sempre tem aqueles que acham coisas ruins para falar a nosso respeito, por mil motivos que nem vale a pena ficar procurando. Vc está certa: não podemos deixar esses comentários acabarem conosco.

Tive um professor de yoga que dizia que não devemos dar muita importância àquilo que os outros nos dizem, seja negativo ou positivo. É gostoso ser elogiado, sim, mas o mais importante é a gente estar bem consigo mesma.

Por isso eu entendo quando vc diz que não foram os elogios que te fizeram ser bem resolvida. Acredito. É algo que veio de dentro de você.

Continue assim e parabéns pelo blog que, além de mostrar roupas lindas, sempre traz coisas positivas para a gente pensar.

:*

Lilmi disse... - Responder comentário

Primeira ou segunda vez que eu comento aqui, mas realmente preciso dizer: ótimo o que vc escreveu. Eu já passei por uma fase ruim, e diria que estou no momento de transição em que as críticas não vão mais me deixar chorando por horas no quarto. Seu blog foi o primeiro que conheci de "looks", e é meu favorito até hoje, pelo estilo bem definido e diferente. Ver outros tantos blogs de garotas que a princípio não estão dentro dos padrões, mas depois, em um segundo olhar, acabam se tornando belas e admiráveis pelo vestir e pelo falar (ou escrever) me fez ver que existe beleza além do que aquilo que a mídia nos faz engolir.

Mariane Martins Manso disse... - Responder comentário

Lily,
nem tenho o q acrescentar. Ainda não cheguei no seu ponto de aceitação. Ainda ontem fiquei super mal pq umas colegas disseram q eu fazia parte do lixao do internato (pessoas q ninguém gosta).
Tb tenho q me aceitar e seu post me fez refletir. Tava precisando disso. Sei q esse post não foi pra mim, mas caiu como uma luva.

Vc e linda por dentro e por fora. De barba, bigode, de Oxford, chapéu, vestido, calca. Sabe q eu nunca tinha reparado q vc não tem cintura? Vc se equilibra tão bem q eu que sou bem amiga sua não tinha reparado.

Por fora, uma boneca. Por dentro, um amor de pessoa!

Bjs e te adoro

Mari_ri disse... - Responder comentário

Eu adoroooo !! tds os seus looks
Te admiro de verdade Bjus

Aline disse... - Responder comentário

Olá Lily,

Visito seu blog desde o ano passado, mas é a primeira vez que comento. Adorei o que você escreveu, essa procura pela perfeição é uma coisa irreal. Não existe beleza ideal e seria muito sem graça se todos fossem perfeitos e parecidos. E sinceramente? uma pessoa que perde o tempo vindo no seu blog ou de outra pessoa, só para ofendê-la, na minha opinião deve ser extremamente infeliz, fraca, ignorante. O oposto de você! Te acho linda, com essa pele de porcelana. Bjs!

www.marchenoirmode.wordpress.com disse... - Responder comentário

Oi Lily. Que texto lindo.
Eu concordo com tudo o que você disse.
O que seria do verde se todos gostassem do azul não é mesmo? Gosto de visitar seu blog e de várias outras blogueiras pq cada uma é diferente da outra. Cada uma sabe lidar com seu "defeito" e fazer aquilo se tornar parte da sua vida. Também tenho muitos defeitos, quem não tem? Quando posto minhas fotos , me olho e fico pensando se deveria mesmo postas e mostrar pra todo mundo como sou, aí eu crio coragem e posto! Pq eu sou assim e ponto!
Amei tudo o que você disse.
Um super abraço, carolina.

Bruna disse... - Responder comentário

Olha, não sabia que tu tinha colocado silicone! Minha melhor amiga colocou no final do ano passado e jesus, como parecia doer aqueles pontos! hehehe

Pois é, eu acho que se a pessoa se sente bem com ela mesma, ela transmite isso, e passa a ser bonita. Deve ser isso que a gente considera o charme, né? E eu tbm já tive muitos problemas de auto estima em relação à minha aparência, e hoje se eu alguém me chamar de gorda ou magra, eu simplesmente foi reagir com um "pff.." e continuar achando que tô bem assim. A única coisa que mudaria, com cirurgia, seria o nariz. Mas sou cagona, ainda não tive coragem pra isso! >.<

Beijinhos!!!

Ana Paula disse... - Responder comentário

Bom..eu te acho linda, qdo te vi pessoalmente achei mais linda ainda, e sim, estou falando fisicamente, pois como pessoa não preciso nem comentar, vc é um doce.

Adoraria pensar e ter essa confiança que vc tem rsrsrsr. Sou bem insegura com relação a mim, mas enfimmmmmmm a terapia há de me ajudar.rsrsrs

Belo post.

bjs

Emanuella Maria disse... - Responder comentário

Oi menina, que delicia de post. Muito inspirativo, vc esta de parabens
beijos

Emanuella Maria

Larissa disse... - Responder comentário

Tudo de bom esse texto, super verdades que ninguém deveria esquecer. E olha, NUNCA que eu ia pensar que você não tem cintura, porque eu sempre vejo suas fotos tão... acinturadinhas! Hahaha
Beijos

Kati disse... - Responder comentário

Obrigada, Lily!
Meu dia foi melhor pelo seu post. E isso é melhor do que qq elogio, né? (eu sei disso muito bem tb, rs).
Bjks, lindona!

TatE Coelho disse... - Responder comentário

Que fofa, existe gente besta e gente que aprende a lidar com isso.Infelizmente ngm está livre de trombar com pessoas assim, maldosas.
Primeira vez que passo aqui,vou dar mais uma fuçadinha no seu blog.
Bjos

rosita disse... - Responder comentário

Olha eu realmente acho que voce tem razao quanto a maldade, eu passo igual, TODOS OS DIAS, simplesmente porque não entrei nesta febre, nesta onda de espichar o cabelo, e todos ficarem com a mesma cara. Não sou contra quem faz, mas eu assumi os meus cachos, e me sinto feliz assim. Mas no meu trabalho eu disse TODOS, implicam, debocham, falam barbaridades a respeito do meu cabelo. Eu não estou nem aí, ainda falo, "poxa justo hoje que achei que ele acordou legal." não dou a mínima, a unica coisa que tenho em mente, é que se voce esta chamando atenção, por que alguma coisa se destacando, e nem sempre isso é o feio. As pessoas gostam de ver as outras para baixo. E eu não tônem aí. Mil bjs, você pode ter cintura ou não o que importa é que voce é linda, parece ser uma pesoa extremmamente amiga. Muito delicada, liga para nada disso não.

Carolina disse... - Responder comentário

Tem uma música do Diante do Trono, feita pra meninas mesmo, que resume perfeitamente:

"Aos olhos do Pai
Você é uma obra-prima
Que Ele planejou
Com suas proprias mãos pintou
A cor de sua pele
Os seus cabelos desenhou
Cada detalhe
Num toque de amor
Você é linda demais
Perfeita aos olhos do pai
Alguém igual a você nao vi jamais
Princesa linda demais
Perfeita aos olhos do Pai
Alguém igual a você não vi jamais

Nunca deixe alguém dizer
Que não é querida
Antes de você nascer
Deus sonhou com você!"

Né?

bjoo

♥ Erika Saab disse... - Responder comentário

Cara, tô boba, não sabia que você tinha passado por tudo isso aqui no blog, não fazia idéia de que tinha tanta gente que perdia tempo ofendendo os outros! Tudo bem comentar que não gostou do estilo da roupa, que tal coisa não combina muito com outra lá, até aí tudo bem, né, mas perder tempo de escrever que acha alguém feia? Só rindo muito, não dá para levar a sério! Sabe, Lilly, para mim, o mais legal desse blog é o fato de você ser alguém bem real e não ficar tentando mascarar, não forçar um personagem. Sabe o que penso de pessoas que fazem esses comentários? Que elas eram loucas para ter um blog como o seu, mas estão tão insatisfeitas com elas mesmas que não tem coragem, aí resolvem atacar os bem resolvidos, porque o sucesso do outro é o que mais incomoda o invejoso!

Michelle Senna disse... - Responder comentário

Que post massa Lily!
Eu acho incrível como algumas peesoas perdem o tempo delas criticando as outras,na boa,para mim é inveja.
Não acho que a beleza é algo padrão, e acredito no "TODO",a perfeição é um tanto obvia demais para mim,claro,não vamos negar existe muita gente linda de morrerrr, perfeitinha,mas cara, bom para ela.
Eu me amo assim pequenininha,branca,com sardinhas, e me acho linda!
Nunca tive problemas com isso,e levo na boa as minhas imperfeções.
Tenho amigas lindas e nunca me senti menos linda que qualquer uma delas, só um pouquinho diferente e ponto.
Com esse post aprendi a te admirar + ainda viu?
Ah! Fiquei toda boba com o brochinho ontem na bolsa marrom, ficou lindo d+!
Beijos, Mi.

Mandy disse... - Responder comentário

A beleza está nos olhos de quem vê não é? Você fou sublime na sua colocação!! A melhor coisa é aceitarmos as diferenças, as vida e nós mesmos como somos!! passar a vida tenmtando ser o que não é, é frustrante e até mesmo doente! O bom é se amar, e aceitar que não somos tds iguais em tds os aspectos, e tb, pq não na parte física! Lógico, que como toda mulher, sempre vai existir algo que gostaríamos, fosse diferente! Mas o bom, é aprender que mesmo não sendo esteticamente perfeita como se gostaria, a verdadeira perfeição está aí! Eu tb já tive momentos de querer mudar o nariz, fazer lipo, colocar silicone... Odiava minhas estrias e afins! Mas hj, depois que me encontrei e encontrei a felicidade de se amar como Deus nos fez me sinto mais bonita e perfeita! Pq na verdade somos!! bjos flor!! Ah e obrigada pelo texto, pelas dicas! Vc inspira!

Koizaz Di Minina disse... - Responder comentário

Sou uma com vc, Lily! Seu post foi estimulante!
Só tudo isso!
P.S.: Vc é linda!

Mandy disse... - Responder comentário

Ahh, acabei esquecendo, vc é linda menina! Parece uma boneca!!rs E seu astral, sua luz, faz com que fique mais bela! criticas sempre existirão!! Bom exercício pra vc!!rsrs Bjs

Anônimo disse... - Responder comentário

Oi! Já acompanho seu blog há mais de um ano, mas nunca tinha comentado aqui, sei lá, vergonha, hehehe. Mas enfim, o que eu queria dizer é que, além de linda, você parece ser uma menina meiga e fofa e correta, o que te deixa mais bonita ainda. Sempre penso isso quando leio seus posts... Além disso, as pessoas que atacam sem nenhuma razão as outras (entre essas, os bullys nas escolas), atacam porque não estão bem com elas mesmas, por isso precisam destruir algo que lhes parece legal. Sacou? Hahaha!
Enfim, é isso! Espero comentar mais vezes!
Bjs,
Marcella de Melo

Fernanda Gomes de Sá Paulo Poli disse... - Responder comentário

Eu não tô acreditando que disseram que você era feia kkkkk. O pior é que você acreditou rssss.

Mentira,menina!! Você é linda e qualquer opinião em contrário não passa de mera dor de cotovelo.

Prá te falar a verdade só entrei aqui pq uma amiga minha sugeriu no Twitter e sou uma curiosa inveterada...Nem gosto muito de moda rsss. Mas, como ela garantiu, valeu a pena!


Caso seja curiosa também...acesse meu blog um dia. Tá bem desatualizado, mas é feito com o mesmo amor do seu (oespalhafatos.blogspot.com)

Beijos

Bruna Morais (Boo) disse... - Responder comentário

Minha querida Lily, um vez eu li uma frase e apliquei ela na minha vida, dizia: a vida é muito curta para se perde-la cultivando o mal. Por incrível que pareça, ainda existem pessoas capazes de perderem tempo de suas vidas praticando o mal.
Eu te admiro sim, e muito por sinal, não é qualquer pessoa que consegue ser criticada todos os dias e ainda assim, se manter firme, tranquila e em paz. Vc é um grande exemplo, sabia? Apesar de não te conhecer muito bem, sempre reflito com as coisas simples e verdadeiras que vc fala.. e posso afirmar com toda certeza, que até comecei a mudar. Sempre que eu entro aqui e vejo uma mensagezinha que me faz refletir, passo à diante pra minha família e amigos.
Eu vejo muita personalidade em vc, pelo seu jeito simples, meigo e inteligente de ver as coisas, poucas são as pessoas que conseguem exprimir sua personalidade de forma tão singela e delicada. E sinceramente não sei como alguém te achou feia.. já deu uma boa olhada no espelho? vc tem os olhos mais lindos do mundo, é tudo um conjunto. As obras de Deus não tem imperfeições, portanto não queridos, nós não somos feias. rs
E é muito bacana vc ter postado isso, pq realmente muitas vezes ao olhar para nós mesmos, enxergamos um zilhão defeitinhos.. eu sou magrela, tbm não tenho cintura e nem sou tão alta assim. Mas e dai, né? a partir do momento que vc se aceita e se acha linda, o mundo todo te olha diferente. Vc adquire confiança e fé em si mesmo.
Não posso deixar que os outros me digam o que eu sou, eu sou quem quero ser.. independente de críticas, sou feita da minha essência, logo, quem melhor para saber sobre mim que eu mesma?
Vc é uma pessoa abençoada e isso se torna visível pelo seu blog, pela maneira que ele cresce e como ele ganha todos os dias novos seguidores. Continue brilhando Lilyzinha, pois torcemos por vc.

Beijos

maria disse... - Responder comentário

arrasou! tipo ameeeeeeeeeei o texto! isso aí! tb acho que a gente é que tem que ser bem resolvida com nos mesmas! isso que interessa! eu tb, podem falar o que quiserem, eu nao sou o top de beleza mas me amo! isso que é importante! parabéns bjs!

Anônima disse... - Responder comentário

Meu comentário não vai ser nenhum pouco profundo rs. Só passi pra dizer que não sei como alguém pode achar você feia. Eu sempre acho o seu rosto lindo nas fotos que você dá close nele, principalmente quando você está maquiada e com aquele batom rosa.

Lual disse... - Responder comentário

a aceitação, na verdade a falta dela, é uma das principais coisas que me afeta. acho estranho as pessoas te julgarem sem te conhecer, ou mesmo apontarem defeitos de forma grosseira. eu, por exemplo, sempre fui tachada de maconheira. imagine só! nessa época nem beber eu bebia. hoje já dou uns goles numa vodka com soda de vez em nunca... sempre que alguma pessoa próxima a mim começa a criticar grosseiramente outra, tento desfazer essa ideia. sinto que preciso mostrar o quão indelicado isso pode ser para a outra pessoa. há jeitos e jeitos de se falar isso para alguém, mas mesmo assim, se dá pra ficar calada parece uma febre maldita criada por sei lá quem, ou o quê. nunca fui exatamente revoltada com o sistema, mas esse tipo de atitute discriminatória me deixa muito triste. bom, na pior das hipóteses, pelo menos ficamos vacinadas!

Flá disse... - Responder comentário

Que post bacana, Lily! Eu te leio há um tempo já mas nunca comentei... Quis escrever dessa vez porque me identifico muito (tenho + de 30, cara de 20, etc, etc, etc) mas diferente de você, ainda não sei me colocar, sabe? Bom...
Mas eu queria era sugerir que você escrevesse mais sobre como "disfarçar" um tronco curto, sem cintura. Eu também sou assim e tenho a maior dificuldade de me vestir por causa disso; dificuldade de vc não tem, óbvio!
Dá as dicas, vai!
E ó, vc é muito bonita, viu? Adoro o tom da sua pele e os seus olhos.
Bjs

aninha-oliveira88 disse... - Responder comentário

Lily.. adorei td oq vc escreveu!!! Vc está certíssima... AS pessoas podem falar oq quiserem, mas sempre oq deve importar é oq nós achamos, a nossa auto-imagem é que vale...
Sabe, estou acompanhando o seu blog a alguns meses e nunca tive paciência para parar e comentar.. Mas esse post deu vontade... Vc tem me inspirado!!!! Antes de 'te acompanhar' eu tinha vários "preconceitos" de moda, ou melhor, não tinha coragem de usar muitas coisas, tipo cintura alta, pq eu achava q eram coisas q só ficam boas nos outros e rídiculas em mim.. Mas sei la, com suas produções vc me encorajou, e hj faço várias 'misturas' q nem sonhava antes...
Continue assim, não se importando com as críticas invejosas, e seguindo do seu jeito, que tem muita gente que admira...

Bjooo aninha

Gerlaine Felix disse... - Responder comentário

Oi Lily tudo bom, eu acompanho seu blog há algum tempinho, e nunca deixei comentários, mas hoje eu resolvi deixar porque fiquei indignada. Como pode alguém achar vc feia rs, essa pessoa é completamente sem noção rs, estou dizendo isso porque um dia desses, quando estava visitando o seu blog e chamei minha irmã só pra mostrar uma foto sua, ai minha irmã falou: - nossa parece um anjo. Não é pra qualquer um, fotografar o rosto de tão perto e ficar legal.
No mas o importante é que vc não liga para comentários maldosos, um grande beijo!

Ka disse... - Responder comentário

Aplausos... ;)
Bjos

Sissi | www.commode.com.br disse... - Responder comentário

Lily, acho que toda mulher merecia ler o seu post.

A questão é que até a Gisele não tem lá mta cintura. Todo mundo tem algum (ou vários...) problema no corpo e eu queria entender quem foi o gênio que criou essa prerrogativa subentendida de que todas precisamos ter um corpo maravilhoso.

Admito que mesmo tendo toda essa consciência racional, eu ainda me atinjo com críticas. Mesmo vendo exemplos como o seu: podem te xingar de várias coisas que eu não posso dar opinião pq eu não conheço vc profundamente, mas feia e burra, so sorry, vc definitvamente não é.

Bjocas e amei mto, mto o post.

Marcela disse... - Responder comentário

Isso é verdade, assino embaixo no que disse, eu era MUITO complexada comigo mesma.Me achava feia na adolescência , não gostava do meu corpo, não aceitava meus cabelos crespos, por vezes era hostilizada/ofendida por causa na minha aparência.Como eu sempre fui do ''roqueemrou'' me escondia em roupas grunges/largas maquiagens pesadas, quase não soltava os cabelos, e quando soltava eles estavam lisos.Hoje sou de bem cmg, me aceitei, pois a beleza real está nas diferentes formas, ninguém é igual e isso que é bonito.Beleza está em auto-confiança, nada mais sexy do que uma mulher que confia em si!Percebi que me aceitando do jeito que sou, atrai mais olhares, mesmo me achando magra demais, um varapau.Não é preciso ter um grande par de peitos, pernas grossas, inteligência atrai mais ^_^
Beleza física acaba, pois o que vc vai ter para atrair o companheiro e outras pessoas, se não tem conteúdo algum?!E sobre a sua cara de menininha, tbm ‘sofro’ disto, tenho quase 23 e não me dão mais que 16 anos, assustam quando falo minha idade, e pelo fato de'u parecer fútil, quando converso pela confiança que passo, as pessoas ficam bobas.
A camiseta só serve, para quem quer vesti-la, sei lá quem ofende e fala mal dos outros, nada de bom tem para falar de si mesmo não é?!

Beijos

Jowzinha disse... - Responder comentário

Lily,
é q nem eu conversava com meu namorado ontem: parece q a blz das coisas, o prazer de fazê-las e até a diversão estão nas coisas mais simples.
Ninguém é 100 bonito e nem precisa estar o tempo todo perfeito por causa q os outros querem q a gente esteja.
É triste q as pessoas ainda n entendam isso q viemos ao mundo como somos e temos q nos aceitar!!!
Tb já fui mto encanada com o peso enquanto todo mundo me dizia: menina!!! vc tá ótima!!!
Depois q eu percebi a verdade [q os outros diziam] deixei isso p lá e fiz q nem vc: procurei o q disfarça!!! [E foi vc quem me ensinou!!! =D]
kkkkkkkkkkkkkk
Isso de perna longa é msm balela senão ninguém gostaria da Ana Hickmann!!!
Seja vc, Lily!!!
Pq sem sua blz, delicadeza e às vzs um pouquinho de rigidez necessária, o mundo n seria msm!!!
Nós te amamos do jeito q vc é e a amamos justamente pq vc n quis se esconder atrás de facas, próteses, mascaras e td mais.
Vc bota a cara p fora pq além de saber q tem quem te ame, vc se ama e isso é o q importa!!!

=**, Jowzinha

Deveria estar estudando disse... - Responder comentário

Lily, você escreveu muita coisa que eu penso sempre.
Já me chamaram de baleia...eu uso 36!!!!
E esses dias te contei que me chamaram de "feia de doer"...cara, de doer? hahahaha, achei engraçado.
Não me acho linda.
Acho meu cabelo laranja lindo.
Mas já tive neuras com a pele. Até hoje nunca usei base no dia a dia, mas queria minha pele sempre perfeita. Depois de gastar rios de dinheiro com cremes, descobri que isso vinha das imagens de revista, do photoshop maldito. O rosto sem poros entrou na minha mente como ideal (olha que loucura). Comecei a me achar feia. Mas chegou uma hora que descobri isso e achei um bom dermatologista. Ainda sou exigente com minha pele, mas a neura passou.
Hoje prefiro blogs às revistas. Aqui nós sempre vamos ver pessoas de verdade e não bonecas fake.
E é claro que você é linda!
bjks.
Mel

Raíssa disse... - Responder comentário

Lily, faz algum tempo que eu leio seu blog diariamente, e adoro ler esses seus posts. Eu te admiro profundamente por você ter esse equilibrio e confiança. Hoje em dia é muito comum a gente se deparar com esse tipo de situação, o que é triste. Cada vez menos as pessoas se preocupam em ajudar, e SE ajudar. Até porque criticar pra essas pessoas sempre é o mais fácil. Com toda sinceridade eu te parabenizo, por você conseguir se manter firme diante de críticas, e não se deixar abalar pela opinião alheia, se todos nós pensássemos da mesma forma o mundo certamente era mais calmo. E eu te agradeço por ter postado isso logo hoje, pois só assim vou fazer desse post um exercício diário de autoconfiança, aposto que a partir de hoje irei ter mais sucesso nas minhas atividades. Afinal, confiança própria nos engrandece e nos dá força. Tudo de bom, beijos! Ah.. e você é linda sim, e o mais importante, tem personalidade!

Gi disse... - Responder comentário

Oi. Passo por aqui varias vezes por dia e nunca comento. Porem, hoje, em especial,precisave lhe dizer uma coisa: PARABENS.
Parabens pelo post, pelo blog, pela inteligencia, pela aparencia, pelos looks...enfim...
bjinhos

Cris disse... - Responder comentário

Meu namorado está super ciente que eu acompanho blogs de moda, vários... Daí um dia ele tava aqui enquanto eu tava olhando um look seu no greader e soltou o seguinte comentário:

"Tá vendo? É blog assim que vc tem que olhar! De mulher gostosa, mulher com graça, mulher de verdade! Ninguém deveria ligar pra essas meninas sem sal nem açúcar que dizem ser o padrão de beleza, essas modelos... Elas são feias! Você faz o estilo dessa menina aí e ai de você se teimar de querer ficar sem graça!"

só pra te dizer que vc tem razão hehe ;)

FER disse... - Responder comentário

Fofa!!!!!!!!!!
Temos que aceitar os defeitos e aproveitar as qualidades que, felizmente, no teu caso, estão em maior número...rs.
Bjocas!

Samantha disse... - Responder comentário

Lily,vou te dar um exemplo sobre minha tática diante de situações assim:
- se o ofensor é alguem que eu amo (hipoteticamente falando, porque eu só amo quem me ama, logo, não seria ofendida), daí eu choraria litros mesmo;
- se o ofensor é uma pessoa q, desculpe a expressão, não fede e nem cheira pra mim, a ofensa terá efeito indiferente sobre mim;

Sério, eu não tenho um ego muito grande não e me orgulho disso.

Se alguem te ofender, querida, e tenho certeza que quem te ofende não gosta de vc, não se importe! Sim, considere-se bonita, eleve a auto-estima dia a dia! Acho q todas nós temos q fazer isso.

Bjus

Mah disse... - Responder comentário

Lily, gostei do post muito, primeiro pq se analisarmos o conceito de "belo" logo descobriremos que não existe o belo ou o feio, são conceitos culturalmente definidos e não naturais ou biológicos (qlqr filósofo pós 1960, sabe disso). Portanto, se belo e feio são significados culturais, o que me impede de me achar bela ou a qlqr um que seja? E eu te acho linda, com seus olhos azuis (que lembram os do meu pai), toda delicada, com um sorriso meigo no rosto sempre. O que mais as pessoas podem querer para achar outra pessoa bonita?

Priscila disse... - Responder comentário

Menina, você colocou silicone??? Não parece de jeito nenhum! Mas olha, parabéns pro cirurgião, fez um ótimo trabalho!
*Não, eu não sou lésbica...*
Beijo!

A So Que Fez disse... - Responder comentário

...e a cada dia gosto mais de vc.
Sweet Lily vc é LINDA!!!
Bjs, So

No Interior disse... - Responder comentário

Lily, a cada dia te admiro mais. Pela sua delicadeza, simplicidade, franqueza. Por isso seu blog é um sucesso. Parabéns! Todas nós aos olhos de Deus somos iguais.
Já passei por cada situação e quando olho pra trás e lembrar de todas as criticas, vejo que é inveja pura, mais nada. Já até escrevi sobre isso no meu blog

Beijos da Paty e continue essa flor de menina!

Eterna disse... - Responder comentário

Lily!!! Esse post vai bater record de comentários!!! Querida vc é tão linda e tão inteligente e tão amada!!! Tenho certeza que na vida real e aqui na blogsfera. Todas nós passamos por isso né?! Incrível como as pessoas são cruéis... eu já fui chamada de 'negrinha', acredita?! Como se ser negra fosse alguma coisa abominável, logo eu que adoro essa cor e que escolhi pra marido um homem escuro... Tudo por causa do meu cabelo cacheado que eu sempre usei em tons variados de loiro e a pessoa tinha despeito por isso e falava tbm da minha pele que tinha espinhas... aff... nãããã... Cada uma viu!!! Claro que todas nós temos coisas queremos mudar, usei aparelho ortodôntico por 2 anos e fiquei com 'sorriso Colgate', rs. Mas fui chamada de Mônica a adolescência toda e ODIAVA! MAs o que a gente não pode mudar faz isso que vc disse, disfarçar. E assim caminha a humanidade, né não?! Bjos querida e parabéns por ter coragem de se abrir tanto e nos induzir a isso tbm, vc realmente é muito persuasiva!!! rs.

Anônimo disse... - Responder comentário

Oi Lily

Resolvi colocar minha colher nesse caldo. Trabalho com mídias independentes e atualmente estou prestando uma consultoria para uma empresa a respeito de blogs (e outras mídias) que influenciam na opinião de consumidores. Por isso, caí aqui no seu blog, e venho analisando, juntamente com o perfil das pessoas que acessam aqui com frequência, além de outros blogs, vlogs, twitter etc Tenho visto nesse universo muita gente ser "malhada" nos comentários. Hoje mesmo estava observando uns vídeos do mais novo sucesso "Mas Poxa Vida", em que ele diz justamente isso, o quanto é criticado etc
O que tenho percebido é que as pessoas que fazem os comentários maldosos não são, como dizem por aí, gente invejosa ou que gosta de semear discórdia (bom, tem de tudo, mas estou generalizando) Percebo que normalmente é gente com o seguinte padrão de raciocínio: se fulano se dá ao trabalho de fazer um vlog com piadas, é pq ele se acha muito engraçado, mas eu acho ele muito sem graça, logo, ele é um pretensioso e eu vou criticá-lo para coloca-lo em seu devido lugar (temos que lembrar que, assim como existem consumidores influenciáveis e consumidores críticos, os leitores de blogs também podem ser vistos como consumidores de seu conteúdo, e também se dividem nesses 2 grupos). No caso do seu blog, acredito que pensam: "bom, essa garota deve ser achar linda (por mais que diga q não), caso contrário não postaria várias fotos dela todos os dias. Fotos com close de rosto, entre elas. Eu não acho ela linda, acho que devo coloca-la em seu devido lugar". E aí vem a crítica.
Por um lado, é sim uma atitude antipática, falta de ter o que fazer etc. Por outro lado, entendo que os leitores mais críticos não engolem tanto a auto-indulgência, a vaidade, a vontade de aparecer de muitos blogueiros. No seu caso, vc tem um blog de moda, mas percebe-se que essa não é verdadeiramente a sua praia. O leitor crítico percebe isso, e questiona, questiona os closes q vc dá em seu rosto, afinal, é um blog de moda, para que os closes de rosto etc. E identifica isso como auto-indulgência. Como vc é claro que não é feia, mas está longe de ser linda, as pessoas sentem uma necessidade de "te colocar no devido lugar" através de comentários críticos ou até maldosos. Sei que parece viagem isso que estou escrevendo, mas tem muito de psicologia no meu trabalho, e eu estudei para isso. É uma necessidade que o ser humano tem de "fazer o outro se enxergar", por assim dizer. É uma necessidade dos consumidores mais críticos, sendo que normalmente os consumidores de blogs, ou seja, aqueles que deixam recados frequentes etc, normalmente formam uma massa de pessoas menos crítica, que aceitam tudo quando se identificam com o dono do blog por algum motivo. Aliás, é até mesmo a falta de capacidade crítica que faz com que muitas empresas procurem esses blogs, que são tidos em nosso jargão como "abelhas rainhas", por terem muitos seguidores. As empresas os procuram pq sabem que a massa que os segue não é crítica, normalmente são pessoas com menos personalidade, e se o blog falar bem da marca X, essa massa não-crítica irá aceitar totalmente essa marca, mesmo que, se não tivesse visto no blog, endossado pela "abelha rainha", seriam capazes de passar batido ao ver tais produtos numa vitrine. São pessoas sem muita capacidade de opinião, por assim dizer, que se identificam com pessoas carismáticas, como é o seu caso, e passam a endossar tudo sobre essa pessoas, seja sua aparência física ou as coisas que ela escreve, sem maiores esforços críticos. Por isso nós os chamamos de "massa de manobra".
Já os que criticam são, como o próprio nome diz, pessoas que julgam mais criteriosamente, muito embora sempre exista quem fale só para encher o saco, é claro.
Bom, pode apagar meu comentário se quiser! Só postei isso pq estou analisando este blog há algum tempo, e achei graça nesse seu post de hoje, pois as críticas são justamente um dos meus focos de estudo.
Abços!

Priscila disse... - Responder comentário

Eu amei esse post, concordo com vc!
Sempre passo por aqui pra espiar seus looks pq q eu adoro ;)
Vc é linda e uma fofa, e isso de a gente se gostar como é e não dar importância pra o que os outros acham, é tudo, to vivendo isso com o passar dos anos, me aceitando e me curtindo como eu sou e muito mais feliz!
Beijos

helenacastro disse... - Responder comentário

Oi Anonimo,

Não acompanho esse mundo de moda, mas minha namorada (Helena, to usando a conta dela), me mostrou esse post e achei o assunto interessante. Acho que esse papel que vc atribuiu aos críticos "de colocar as pessoas nos seus lugares" é equivocado. Acho que eles estão essencialmente lançando um ataque a um evento bem sucedido que eles não aprovam, ou seja, é uma das definições básicas de inveja, pura e simples. Para que a sua análise fosse verdadeira, o universo de blogs não poderia ser democrático, teria que ser restrito, como são os universos da moda, da televisão, dos esportes, aí sim a sua analise procederia, pois as pessoas poderiam criticar o espaço concedido pelo sistema a determinada pessoa que elas julgam inadequada para tal posto. Neste caso há milhões de blogs no mundo, todo mundo pode criar um, não existe restrições, por isso, quando um blog faz sucesso, que é o caso desse, a própria atenção gerada espontaneamente é a fonte da inveja de pessoas que não obtiveram a mesma atenção. Não há como colocar a Lilly no seu devido lugar, porque o lugar é aberto a todos, democraticamente, de forma irrestrita, ou seja, na blogosfera o espaço é um recurso ilimitado enquanto a atenção não é. Esse fenômeno difere radicalmente de um produto colocado no mercado, pois esse produto se posiciona, compete, constitui uma proposta econômica que depende fundamentalmente da aceitação do público para existir, no caso de um blog não, as pessoas poderiam parar de vir aqui e o blog continuaria de pé, mas por alguma razão elas continuam a vir aqui e isso incomoda aqueles que não possuem a mesma atenção. Os ataques a pessoas como a Lilly são mesmo manifestações mal resolvidas e tentativas de obtenção de alguma forma de influência na determinação do que é "sucesso".
Parabéns Lilly pela iniciativa de se expressar livremente e sem medos!
João.

Liana Barros disse... - Responder comentário

Amiga, cheguei atrasada, mas cheguei... Bom, pra mim as críticas que as pessoas fazem às outras em blogs se resumem a somente duas opções: 1. inveja (sim, inveja, e quem quiser que diga que não) e 2.uma vida vazia, onde sobra espaço pra criticar ou zoar o que não lhe agrada (ou agrada, mas a pessoa é azeda). Porque eu parto do raciocínio simples: se não gosto do que vejo, não volto mais. Acho uma equação tão normal essa. E se eu vejo uma coisa que não me agrada, ainda que no meio de mais 100 que me agradaram antes, não vejo porque dizer "eu não gostei, que feio". Eu acho que aí já é questão de educação. Há quem pense que pode e deve dizer sempre a verdade, ainda que aquela seja a verdade dela.
Enfim... no seu caso só se aplica a primeira opção. Porque uma mulher que tem uma carreira de arquiteta brilhante, mas que fala brilhantemente sobre moda também, que recebe presentes de marcas ótimas, que é querida, é LINDA, carismática, inteligente, amada e que sabe dividir o tempo pra tudo isso só pode gerar inveja de quem não tem o coração leve para apreciar... Muitos beijos, sou sua fã.

* Ps: concordo COMPLETAMENTE com o namorado da Helena.

Liana Barros disse... - Responder comentário

Eu de novo.. é que fiquei aqui rindo de uma coisa:
"qual seria o nosso devido lugar??"
hahaha, porque eu acho que nós estamos no lugar CERTO, fazendo o que a gente acha que é o melhor pra gente, né? E não precisamos que ninguém venha dizer onde a gente deve ir! É cada uma...

Tatazinha disse... - Responder comentário

Lily, que texto maravilhoso! Adorei! Concordo com td que vc falou! Ninguém tem o direito de criticar ngm! Sabe pq? Pq não existe ngm, mas ngm msm nesse mundo perfeito! Se entro num blog e não gosto do q vejo, não falo nada! Pq se não tem nada de bom pra falar pra outra pessoa é melhor ficar calado! Pra q vou magoar alguém pelo simples fato de não ter gostado disto ou daquilo? Isso é problema meu e não do outro! Beijãooooooo, vc é linda, carismática e seu blog é um luxo! E quem diz o contrário é por pura inveja ou falta do q fzr!

Vanessa disse... - Responder comentário

Quer saber: entro aqui todo dia porque acho vc linda, sua pele braquinha é meu sonho de consumo...
seus olhos então.... nunca coloquei nenhum comentário meu por aqui, mas vc escreve muito bem, é linda, o blog é ótemo!! Quem não gosta, que mude de canal!

Bjo

Gii disse... - Responder comentário

Lily eu acho vc lindaaaaaaaaa, esses seus olhos e sua pele é de matar qualquer um rsrs. Venho aqui todos os dias, na maioria nem comento devido a falta de tempo mesmo. Adoro seu blog, seus looks são maravilhosos, vou te dizer fazia bico torto em relação a saia de cintura alta, mas vendo as suas tomei coragem e comprei e hj eu amo minha sainha!
Não ligue para essas criticas ridiculas de gente sem educação e invejosa.
Bjos!

Eterna disse... - Responder comentário

Tenho que escrever de novo pq o comentário ANÔNIMO foi direcionado não só pra Lilly, mas pra todas as suas seguidoras e pra quem escreve aqui, ou seja, eu também. Que estudei a vida inteira, não só o que diz respeito à profissão que abracei, mas estudei literatura, línguas, artes, pintura (e estudei mesmo, formalmente, não só de ler em blogs e net não!), então acho que o mínimo de conteúdo e cérebro pensante devo ter, oras. Não sou uma pessoa sem opinião, vazia, na qual a Lilly empurra tudo e eu consumo... não, não. Tenho meu próprio estilo, gosto de coisas diferentes das dela e nem por isso deixo de me identificar com o que ela usa tbm. Nem sempre gosto de tudo, às vezes tem detalhes que não me agradam em MIM, mas q acho que caem bem NELA. Não é pq comento aqui que ela está linda em tal look que quero copiá-lo tal e qual. Ela, e não só ela, mas váaarios bolgs de moda, são fontes de inspiração. INSPIRAÇÃO. Ledo engano das marcas que acham que as pessoas vão engolir tudo de todos os blogs que fazem sucesso... A Lilly é sim, formadora de opinião, de uma moda diferenciada, como ela mesma é, pq ela não é igual às modelos que usam marcas caríssimas para corpos irreais, ela é GENTE, uma pessoa normal, com corpo normal, sim normal, pq o normal é a assimetria, as pequenas imperfeições que todas nós temos.
E dizer que ela está longe de ser linda... aff... gente que falta de delicadeza. Acho que em algum momento da vida a Gisele Bundchen deve ter ouvido isso tbm viu, mas isso não a impediu de chegar onde ela chegou, e não foi a beleza de boneca que a colocou lá e sim, atitude. Ainda vamos ouvir falar muuuuito na Lilly. Agora termino igual a um famoso radialista cearense, Cid Carvalho: "Doa a quem doer", rs.

Lily Zemuner disse... - Responder comentário

Num post onde falo de pré julgamentos e preconceitos, alguém vir aqui generalizar meu leitores como acéfalos é, no mínimo, surreal.

Esquecem-se, apenas, que quando alguém comenta no blog logado - e basta somente uma vez - seu IP fica registrado. Aí, comentar como anônimo se torna tão engraçado quanto patético. Fica a dica.

Nunca vesti 36 disse... - Responder comentário

Bom, eu te acho linda, fashion e sem parecer piegas sou sua fã...Mas tb concordo com vc, eu sou uma pessoa incapaz de abrir a boca para ressaltar os defeitos dos outros seu puder a=elogiar eu vou falar, mas sé para magoar prefiro ficar calada e à vezes penso-Poxa, por que as pessoas não assim comigo tb?Mas infelizmente, tem gente que não pensa antes de falar e acaba magoando...Adoro, amo de paixão seu blog e não passo um dia sequer sem dá uma espiadinha...Bjs e ótima sexta-feira, Joyce.

Samantha disse... - Responder comentário

Hahaha agora eu sigo a Lily e vou copiá-la sempre, como aquelas meninas de colégios americanos, nos filmes. Vou cortar meu cabelo igual ao seu, Lily, usar lentes azuis, suavizar minhas sombrancelhas... aliás, me envia um vídeo com você falando, assim posso copiar sua voz. Gente, que bizarro...rs. Ironia, viu!

Francamente, Anônimo, cada pessoa pensa de forma diferente, você não está respeitando essa individualidade, penso eu. Deve até ter aquela pessoa mais "bobinha" que se deixa influenciar pela propaganda, mas isso ocorre em qualquer meio de comunicação.

Agora falo por mim:

Nem sempre acho que o look da Lily combina comigo. Nem vou dizer "acho feio" porque beleza é um conceito bastante relativo. Eu quero que as pessoas sintam-se bem em tudo, inclusive na forma de se vestir. Se ela gosta e está feliz com isso, beleza. Imagino q ela se vista da forma que ELA GOSTA não para SATISFAZER O GOSTO DA GERAL.

Eu comecei a frequentar o jardim da Lily (:)) porque me identifico com ela, com o estilo dela e adoro a forma que ela escreve. Eu não frequento os blogs de outras blogueiras de moda porque não me identifico. E também não ofendo nos comentários. Simples assim.

Aliás, Lily, vc é linda e ainda bem q sabe disso. Todas nós somos, cada uma a sua maneira. O fato de você não se parecer com uma "capa de revista" é até melhor, porque aproxima as meninas com o mesmo perfil, pq acho que as pessoas querem ver roupas em "corpos de verdade" (quero dizer, a média), não apenas em modelos altas e magrelas.

Bjus

Drica Menezes disse... - Responder comentário

Menina, eu sempre leio teu blog, mas quase nunca comento, por falta de tempo, sei lá, mas adoro ler aqui...hoje nao aguentei! amei teu post com todas as minhas forças, heheheh, sério, pq eu depois de 2 anos de análise estou conseguindo ver exatamente isto, q o q os outros falam me afeta se eu deixar q isto aconteça! eu sou baixinha, estou gordinha, e me achava por isto um monstrinho, mesmo tendo um namorido q me elogia o tempo todo eu só me via uma coisa, dai q de uns tempos pra cá eu comecei a me olhar mesmo, e ver q tenho sim mtas coisas bacanas e q sabendo vestir as roupas certas tudo fica mais harmonioso e legal! é bem isto, mil bjks pra vc e super parabens! :D

Cris disse... - Responder comentário

Oi, Lily!

Não tenho nem palavras para dizer o quanto gostei do seu post. Amei muito mesmo! Você falou tudo!
As pessoas pregam isso de que o importante é ser feliz, mas não vivem isso. Vi uma famosa esses dias ne internet e a legenda comentava da engordada que a pessoa deu. Menina, não tinha barriga nenhuma ali...acho que esse povo deve sofrer muito com isso de aparência. Tem um texto do Jabor que fala muito disso, da mulher bonita de verdade. Vou procurar e postar lá no blog.
Meu "problema" é ser magricela, mas hoje já me permito usar saias e vestidos mais confiante, porque minhas amigas elogiam e meu marido mais ainda. Quem é infeliz vai querer estragar o dia do outro a qualquer custo.

Acho você linda, super feminina!

Bjs!!!

Andréia Brasil disse... - Responder comentário

Oi Lily,
Talvez se lembre de mim, a jornalista que falou contigo pra revista ABIT :), talvez não. Bem, eu disse que passo no blog todo dia, mas que não comento. Hoje, preciso comentar! Esse post foi simplesmente perfeito, adequado, sincero, real e otimista, porque ajuda outras tantas pessoas a conseguirem se enxergar como vc se enxerga. Obrigada por compartilhar não apenas seus looks, mas suas ideias, pensamentos e aprendizados! Digo por mim que vc ajuda as outras pessoas a serem um pouco melhores e faz com que, mesmo secretamente, digam: queria ser amiga da Lily! Um grande beijo e parabéns!

Lily Zemuner disse... - Responder comentário

Claro que eu lembro de você, Andréia. Que prazer receber um comentário seu, fico feliz de verdade.

Aliás, eu te mandei as últimas fotos em alta? Ando tão enrolada que às vezes me esqueço se fiz ou não fiz algo, rs...

Beijos.

Mirian disse... - Responder comentário

Hoje que vi esse post fantástico. Não tenho nada a acrescentar. Parabéns, Lily. Sucesso.
Bjo

Andréia Brasil disse... - Responder comentário

Ah, como o prazo estava enroladíssimo - coisa mais comum na minha vida não tem, rs - eu acabei enviando aquelas mesmo! Vamos ver se eles conseguem usar! Mas, tbm consgeui imagens com a própria Cravo & Canela! Entrevistei o Fabio pra matéria tbm!! Ficou muito legal.. pega que me mandaram cortar (me empolguei e escrevi bem mais do que cabia no espaço hahaha)
Um beijo enorme!

Claudinha disse... - Responder comentário

Lilly:
Sigo teu blog discretamente, mas hoje não pude deixar de participar. Teu texto está ótimo e afeta zilhões de pessoas. Não só aquelas que se preocupam com a aparência, mas também aquelas que diariamente são ofendidas, agredidas, maltratadas por nada.
Costumo brincar que já fiz quarenta anos, então estou livre para usar o que quiser, porque agora não devo explicações a ninguém. Meu tempo de depender dos outros e me sentir embaraçada por minhas escolhas já passou. O que não passou foi o tempo da delicadeza, da gentileza, do afeto.
Sinceramente, alguém tem algo haver com a forma física do outro? Perfeição? Quem é que a define? Vale a pena buscá-la?
O que a gente tem a fazer é deixar os mal-amados de escanteio! Que busquem se aperfeiçoar na vida, crescer, olhando para o seu próprio umbigo, porque ninguém tem nada que dar palpite na vida dos outros!
Desculpe a digressão, talvez esteja me enrolando muito sem dizer nada (rsrsrs!)...É que fui muito agredida ontem, de uma formna que não esperava, então estou com assuntos semelhantes ao teu fervilhando em minha mente. Quase não dormi de raiva (rsrsrs!), mas com a sensação de que estou completamente correta. Bem, mas isso é outra história...Felicidades para ti e para teu blog. Não ligue para críticas (porque elas sempre vêm) e bola pra frente! Feio é o caráter de quem critica dessa forma horrorosa os outros!
Bjão

Deveria estar estudando disse... - Responder comentário

Anônimo, pessoa estudada. Estudar blogs...hum...
Nos seus "estudos avançados" você chegou à brilhante conclusão de que os blogs não passam de ferramentas lidas por pessoas sem opinião, pela "massa de manobra".
Estudou mal. Deveria estudar mais, bem mais.
Há um tempo atrás fiz uma pesquisa no meu blog e descobri que a maioria das frequentadoras têm curso superior, várias estudam moda no exterior. São médicas, engenheiras, Promotoras de Justiça, mães, donas de casa, esposas, mulheres batalhadoras, meninas estudantes. Esse é o povo acéfalo que você falou.
Acredito que você esteja errada no seu plano de estudos, generalizar sempre é errado, sempre. Sobre os comentários, quase sempre elogiosos que as blogueiras de moda recebem, tenho uma simples explicação: uma pessoa normal, o "homem médio", costuma perder seu tempo apenas no que gosta.
Assim sendo, quem comenta, geralmente, é porque gosta. Perder o precioso tempo e energia tratando mal pessoas que nem conhece, costuma ser atitude de DESOCUPADOS, esses, sim, acéfalos, SEM EMPREGO, sem amor, sem amigos. As críticas são bem-vindas, maldade é diferente de crítica.
A Lily fez um post, que, como alguém citou acima, deveria ser lido por todas as mulheres. É um texto sobre aceitação, sobre amor próprio, sobre aprender a lidar com críticas e com comentários de inimputáveis como você.
Vamos estudar? o que acha de começar com ética? E quando publicar sua tese sobre blogueiras e seus leitores burros, favor não esquecer de assinar. E venha bater comigo, venhaaaaa. Quer discutir? terá meu respeito se escrever seu nome abaixo das suas ideias.
Agora corre lá no dicionário para saber o que é inimputável, vai...
erudito!

Anônimo disse... - Responder comentário

Faça o que eu digo, mas não faça o que eu faço, não é?

Dando uma rápida googlada, encontrei:

Lily Zemuner posted on January 21, 2009:

Ninguém em sã consciência pode se achar bonita assim. Tenho dó!B-jo

(Tirado de um blog chamado Eu nozes)

Além desse, nessa rápida pesquisa achei um outro comentário nada simpático seu malhando alguém, mas infelizmente perdi o link e não me lembro mais do que se trata para colocar aqui.
Só me pergunto como alguém tem coragem de ficar dando lição de moral, como no post de ontem, sendo que essa pessoa faz exatamente a mesma coisa quando lhe convém.

A título de informação, o comentário acima refere-se à Yasmin Brunet. Não que eu ache ela linda, mas quem está dizendo que temos que respeitar o biotipo das pessoas e não fixar padrões do que é "certo" ou "errado" no corpo de uma pessoa é vc.

Olha, pior é que eu concordo com cada palavra do que vc disse no seu post sobre criticar as pessoas. E também acho a Yasmin muito magra, não a acho bonita. Só não concordo em alguém querer se colocar acima do bem e do mal, sair dizendo que "julgar pela aparência não é apenas errado, é também covarde", mas fazer exatamente igual. Desculpe-me, mais isso é ridículo.

A Yasmin é magra sim, mas quem pode afirmar que não é o biotipo dela, afinal, a mãe também é magra. Quem é vc para julgar isso? E ainda dizer que tem 'dó" dela! Quanta pretensão...

Deveria estar estudando disse... - Responder comentário

Olha a pessoa sem vida aí...
Até no google já está rastreando você. Lily, se precisar de ajuda, chame a polícia...esse tipo de gente obcecada costuma ser perigosa. Ou chama a blogueira aqui, lutadora de Krav-magá e outras coisinhas mais...

Lily Zemuner disse... - Responder comentário

Hahahaha... uau! Agora o ilustríssimo anônimo-conhecido vai ficar vasculhando minha vida na internet? Que fixação, hein? Chego a desconfiar de tanta obsessão.

Faz assim, querida. Passa a noite toda aí procurando frenéticamente coisas que me desabonem. Depois volta aqui e me conta. Enquanto isso eu vou sair com meu namorado e amigos, tomar uma cervejas, rir, dançar, fazer coisas que as pessoas normais fazem.

Vou alí ser feliz, tá? Mas vc não deve saber o que é isso, então pode continuar aí psicoticamente vasculhando a minha vida.

See ya.

Paola disse... - Responder comentário

Lily,
Eu passo todo dia aqui e nunca comento. Mas hoje não resisti. Você foi perfeita - foi um "orgulho" alheio.
beijo enorme e obrigada pela lição!
P.S. Ainda te devo uma foto com o vestido amarelo. Mas só consegui usá-lo duas vezes, à noite, e esqueci de fotografar...

Lily Zemuner disse... - Responder comentário

A quem interessar possa, o post de onde o anônimo desocupado tirou meu comentário é esse aqui: http://chris.tehr0x.com/?p=948

Leiam meu cometário na íntegra, o que eu escrevi verdadeiramente e veja o conteúdo do post, as fotos. Entenderão que eu comentava justamente oq defendi nesse post, que as pessoas, em busca da beleza, perdem o senso, acreditam nas regras impostas pela indústria da moda e acabam por ficar doentes em busca de corpos magros. Yasmin estava lindíssima mais cheinha, com cara de saudável. Eu tenho mesmo dó quando vejo situações assim, porque sei que é uma doença e pode ter consequências graves.

Agora, pela última vez me dirijo a vc, madame anônima: tirar um comentário do contexto para utilizá-lo em seu favor é coisa de gente mesquinha e patética. Passar horas buscando no google algo para me acusar ou me desabonar é coisa de gente maluca, procure ajuda médica urgente!

E chega dessa palhaçada aqui, os comentários voltam a ser moderados, essa gentinha já teve espaço demais.

Wiliana Queiroz disse... - Responder comentário

Muito lindas suas palavras. Tem um post no blog que eu escrevo com uma amiga que fala de auto conhecimento. Acredito que é o caminho para amadurecer e tirar esses contratempos de letra. Eu também já me magoei e ainda estou no processo de aprendizado de não absorver como verdade absoluta um comentário maldoso. Mas por querer tanto o bem ainda me faz mal. Mas enfim, a vida nos coloca diante de pessoas como vc para confiar na beleza de viver. Quando puder confere o post no blog asmodernetes.blogspot.com, vai gostar. É sobre pathwork, caminho para o autoconhecimento. Bjossss

Cristina Santos disse... - Responder comentário

Sábias palavras Lily, o essencial eh invisivel aos olhos...
Quão são as pessoas bonitas por fora e horriveis por dentro...

GABI disse... - Responder comentário

Vc é uma fofa, Lily! Amo passar pelo seu blog, pela sua singeleza, delicadeza de se vestir e de escrever. Que essa doçura permaneça, seja com seus "quase 30" (que não parecem de jeito nenhum!!!!) ou com qualquer roupinha, pq o que importa é a sua essência! Bela! Cheia de flores!

P.S; Sua casa é fofa, tudo de mais fofo que sonho nos meus sonhos de casa... só não é amarela de janelinha brancas (a dos meus sonhos), mas o resto, é tuuuudo!
Beijos!!!

Val disse... - Responder comentário

Posso dizer...
acabei de chegar no seu blog... e já gostei de vc!
bj

Renata disse... - Responder comentário

sempre venho aqui e tenho a cara de pau de nunca comentar, mas hj não deu pra passar e nao falar, nda! me indignei ao saber que vc ja foi criticada por sua aparencia, o que é totalmente absurdo, ridículo, inimaginável, vc é uma mulher realmente bonita, daquelas que sai e qlqr um olha!! simplesmente pq vc é diferente do tipinho moreninha, volupiosa, com cabelo com cacheados! o que é uma maravinha! nao que esse padrão que eu descrevi seja feio, mas tudo que existe em abundância enjoa de olhar. Acho bem legal que vc além de tudo, pinte os cabelos de preto, pra rolar um contraste ainda maior entre pele-olhos-cabelos. L-I-N-D-A!

Mimy ROGERS* disse... - Responder comentário

Nossa! Muito bom este texto =D

Anônimo disse... - Responder comentário

Oiii!!!
Achei você simplismente sensacional!!!És linda por dentro e por fora!Parabéns!Sou sua fã...
Bj
Camila.

Postar um comentário

Meu jardim está florido.
E o seu?

Posts Relacionados