07 julho 2011

Miss Dior


Ehhhh, a família Zemuner-Celegato acaba de ganhar um novo membro: Dior!


Não é linda a minha menina?

Dior é uma mocinha comportada e carinhosa. Mia, pede carinho, ronrona e faz charminho, praticamente uma lady. Mas não se engane, ela é uma maloqueira. Tentei colocá-la dentro de casa esses dias e a criaturinha quase infartou. Essa nasceu para viver de muro em muro, não tem jeito. Mas tudo bem, a gente combinou assim, ela pode passar o dia na rua, comer suas pombinhas (sério, ela come os pombos da rua! hahaha....) e voltar quando quiser para beber leitinho, comer comidinha de gatinho saudável, receber cafuné e dormir quentinha.

Daí é isso, a gente tá vivendo esse amor novo e delicioso, ela e eu, eu e ela. Chego do trabalho todo dia e ela está paradinha na frente do portão, quando ele abre, ela entra. Penso seriamente em levá-la para a minha casa dentro de poucos meses. Mr. Celegato nem tem do que reclamar, o amor pelos felinos está no nome, né? =)


Aaaah, olha essa carinha, quem resiste?

51 comentários:

Danielle Torquato disse... - Responder comentário

Lily, que bebê mais linda!!!
Tem cara de madame..rs
Leva ela para sua casa nova, não vai se arrepender. ;)

bjus flor

Vanessa disse... - Responder comentário

Que coisa mais fofa!!! Linda mesmo! Eu sou suspeita pois amo gatos, eles são tão carinhoosos e companheiros, nunca me sinto sozinha em casa! é incrivel!! se eu pudesse levava todos os gatinhos que pudesse para casa!! amo

ValLindinha disse... - Responder comentário

AAAAHHHHH! Que fofa! Lindona!

Carolintche disse... - Responder comentário

Que lindaaaaaaa!!!!!!! Leve pra casa sim! Eu peguei duas da rua e a primeira no começo estranhou estar em casa, mas depois eles acostumam numa boa!!! :-) Beijo!

Lívia Nascimento disse... - Responder comentário

Que lindaaaaa...
eu estou louca com um gatinho.. mas no apartamento não vai dar... divido com uma amiga e acho que ela nao gosta muito...
muita fofa a Dior...
bjokasssssssss

Cláudia Paulino disse... - Responder comentário

Muito fofa !!!
Adooorei o nome !!!
Bjks

Elisa disse... - Responder comentário

Linda maloqueirinha!
Castrada? Seria bom!

Aline Aimée disse... - Responder comentário

Lindaaaaaaaaaaa!!!
*.*

maite disse... - Responder comentário

Existe coisinha mais linda e que faça a vida vale tanto a pena???
Linda Dior!!!
Beijos nas duas!!! Com amor.
Maite.

CAMILA disse... - Responder comentário

Ola Lilly! Adoro o seu blog e vejo que vc gosta tanto quanto eu de animais... Eu tenho duas gatas e duas cachorras, todas lindas e mimadas!
Adorei a gatinha e eu tenho um conselho, quase um pedido... Por mais que ela nao seja oficialmente sua (espero que ela venha a ser logo) tente castrá-la. É melhor para ela que evitara uma serie de futuras doenças e ela nao tera filhotes, diminuindo assim o numero de animais abandonados nas ruas. Pelos blogs que vc indica eu creio que vc tenha a mesma consciencia referente a castraçao... Eu desejo muitas felicidades e um futuro brilhante para a gatinha e também para você!!!

Beijos

Camilla disse... - Responder comentário

Ai que fofura, Lily! =)
Linda demais!!!!

Anônimo disse... - Responder comentário

Aiiii, muito, muito fofa! E o nome? Demais!! Minha sogra tb tem um gato rueiro, o Tony. Eu queria tanto um gato, mas com minha cocker não rola...
Bj. Alê (Rush)

Renata disse... - Responder comentário

OOOh, que fofa!! mas vai acostumando ela dentro de casa, ela vai gostar, vc vai ver.
Gato na rua dá aflição!! E logo ela desiste dos pombos em troca de uma boa raçãozinha!! Vou te passar técnicas de "amansamento" ! ehehe
Beijinhos!!

Anônimo disse... - Responder comentário

"Essa nasceu para viver de muro em muro"

Você nunca ouviu falar em POSSE RESPONSÁVEL? Alguém com estudo e acesso à internet não tem desculpa para ser tão desinformada. E o mais triste é usar um blog popular para repassar tamanho absurdo!
Nenhum gato nasceu para viver largado na rua, para comer pombos e carne envenenada ou levar chutes ou ser atropelado. Que tipo de "amor" torto é esse que não protege? É graças a pessoas como vc, que não praticam a posse responsável, que tantas protetoras e ONGs (como a Adote um Gatinho!) vivem lotadas de casos graves. Que desserviço...

Lily Zemuner disse... - Responder comentário

Meu amor, minha casa tem CERCA ELÉTRICA! A gata vai morrer eletrocutada e eu faço o quê? Chamo você me dar outro sermão??

Desserviço é vir me encher o saco aqui sem ter sequer a coragem de assinar o que escreve. A gata está bem cuidada, saudável, foi levada ao veterinário, castrada, come bem, dorme quentinha, mas NÃO FICA DENTRO DE CASA. Não adianta, ela sai quebrando tudo oq vê pela frente.

Me faz um favor? Já que vc é tão bem informada, seja mais útil e vá arrumar o que fazer, não venha aqui torrar a minha paciência.

Deveria estar estudando disse... - Responder comentário

Gente estúpida acha que só por morar em casa não podemos ter gatos, que gatos nasceram para morar trancados em apartamentos com tela.
Meus gatos sempre foram criados livres como ele gostam, como é da natureza deles e sempre foram bem cuidados e felizes. Até parece que vou trancafiar um gatinho em um quarto minúsculo pq um bando de ignorantes acha que assim eles vão viver mais. E a qualidade de vida deles não conta? Meu gato novinho só fica dentro de casa porque é bebê, mas em breve ele vai poder ser feliz em um quintal enorme, com grama e dois cachorros que ele já ama.
Adoção responsável não pode ser motivo para limitar a adoção. Melhor deixar o pobrezinho sofrendo em casas de abrigo porque não mora em apartamento? Poupe-me, anônimo.

Kah disse... - Responder comentário

acabei de conhecer seu blog e amei. Quando vi essa coisinha linda, fiquei logo interessada em ler. Tenho um amor incondicional pelos animais. Tenho 8 gatinhos em minha casa e 4 cachorros lindos.
Além do assunto de moda, que muito me interessa. Acho que eu cheguei até aqui pelo blog da Gi (ouse ser quem você é), que sou leitora a algum tempo e super fã dela. Enfim, passarei aqui todos os dias ou ao menos tentarei.
Beijão
cuida bem dessa menininho lindo

Deveria estar estudando disse... - Responder comentário

Complementando - depois de 31 anos criando gatos, sim, nunca passei um dia da vida sem ter um, acho que entendo muito bem deles. Já adotei gato cego (o Tommy) gato doente (tommy), sem pata (kaini), mudo (timmy), e sempre foram criados muito bem, sem telas.
E se o anônimo não percebeu, o gatinho é adulto, de rua. A Lily está tentando conquistá-lo aos poucos. Desserviço é vir aqui ofender quem está apenas querendo cuidar de um gatinho de rua. Gente ruim, credo.

Yara disse... - Responder comentário

Onnn sou doida por gatos! E já conquistei vários (pra não dizer roubei, que roubar é feio né) é só usar o velho golpe da comida: ir colocando comidinha, cada dia mais pra dentro da porta que daqui a pouco Dior estará dormindo em seu sofá, hehehe.

Jowzinha disse... - Responder comentário

A gatinha é linda mesmo. E realmente não adianta prender o bicho que é de rua... Afinal de contas, nenhum bicho existe pra ser preso.
Acho uma maldade quem amarra cachorro, quem trancafia gato, quem coloca um passarinho em uma gaiolinha de nada. Se nós, que somos animais, nascemos e queremos o tempo todo ser livres porque gatos, cachorros e afins também não podem ter esse direito???
Você tá certíssima, Lily!!! O bichinho APARECEU na sua casa. O máximo que você pode fazer é isso: tentar que ele fique aí. Se ele quiser, tudo bem... Alimentando-o e dando carinho, ele vai sempre voltar como um amigo volta na nossa casa. Se ele não quiser, é direito dele. Ele não nasceu na sua casa e um erro seria aprisioná-lo!!!

Brigadeiro de Café > Que tal: Sabonete Barra Glicerina Granado.

=**, Jowzinha
http://brigadeirodecafe.blogspot.com
@jaao_87

Aline Aimée disse... - Responder comentário

Olha, entendo a razão pela qual a Lily não pôs a gatinha pra dentro, assim como entendo os motivos de quem acha melhor deixá-los presos.
Eu mesma sou uma. Tenho 3 gatos, que ficam dentro de uma casa telada.
Opiniões e experiências trocadas ajudam o aprendizado. Conversando, a gente decide melhor.
Agora, apelando pra grosseria, qualquer diálogo ficam bem difícil, viu?
Tolerância e respeito, pelamor!

Lily Zemuner disse... - Responder comentário

Gente, não tem a menor condição da gata ficar dentro da minha casa, ela entra em pânico quando eu pego no colo e entro. Pra levar no veterinário foi um parto, a bichinha se debatia e tentava sair pelo vidro, sabe? Muita dó. Ela não quer, não adianta, não posso forçar. Se fosse pequenininha eu botava pra dentro e ensinava, mas é adulta. E outra, na minha casa não dá pra colocar tela, tem terraço, tem cerca elétrica. Eu estou fazendo tudo oq posso por ela, mas prefiro ela na rua que o risco de vê-la eletrocutada.

Anônimo disse... - Responder comentário

Pois tenho 4 gatos e moro em casa!!! Todos castrados, saudáveis e felizes, não tenho sequer cerca elétrica. Pois essa "anônima" acha que só surgiu gato depois que inventaram o apartamento? Porra minha querida larga essa discurso de indignação e vai ler um pouco, conhecer sobre o que esta falando.

Ps: Lily felicidades para você e para sua nova gatinha.

bjs
Mariana.

Kitsch Chic disse... - Responder comentário

Ai que amor! Eu AMO gatos, tenho três!!! Um mora na casa dos meus pais e os outros dois comigo num apto. Pra mim se o gato está feliz, não importa o lugar, ele só merece bastante atenção, comida de qualidade e carinho!

O único medo que tenho em deixar gatos sairem na rua (pra quem mora em casa) é de morrerem atropelados ou algum vizinho matar envenenado. Porque né, infelizmente gente sem alma existe aos montes :(

:*

Kitsch Chic disse... - Responder comentário

AH e CLARO: sempre castrá-los para evitar que saiam para a rua, cruzem e aumentem ainda mais a população abandonada de felinos nas ruas. Fora evitar doenças :) Castrar é ótimo!

Liana Barros Daiha disse... - Responder comentário

Que gente chata hein, amiga? Putz. Parece que fica lendo o blog todo dia louca pra ter uma oportunidade de praticar a chatice atômica. Affe...Fez muito bem em mandar pra #*@?@%&*@....
Beijão.

Feufa Maciel disse... - Responder comentário

Gatos são apaixonantes! *___*
Eles gostam mesmo de dar uma fugidinha. Aqui em casa tenho 7. E todos castrados, é o que eu aconselho a fazer com a sua, é pro bem deles. ;)
Linda ela, adorei o nome!
;*

Juliana Toledo disse... - Responder comentário

Lily ela é uma fofa! Dizem que é o gato quem escolhe o dono, pois bem, ela escolheu vocês!! hahha!!
Tenta levar ela pra castrar, normalmente depois de castrada ela fica mais dócil e acaba ficando mais caseira, pelo menos não corre o risco de aparecer na sua casa com surpresinha..... hahahah!!!!
Tenho 3 gatinhos, e atualmente to fazendo especialização em felinos .. pq é muito amor não é?! ahaha

beijão!!!!!!

http://bichosentrelivros.blogspot.com/

Anônimo disse... - Responder comentário

"Desserviço é vir me encher o saco"

Oh, pare de me dar sermão, eu não quero saber do mundo real, quero continuar vivendo no meu mundinho de "faz de conta", onde só roupas e maquiagem são importantes mimimi

Risos...é, poizé!

Quem disse que "só pode ter gato se morar em apartamento", fútil nº2? Eu moro em casa TELADA (vcs já ouviram falar em telas nos muros e portões? É o que pessoas civilizadas que não moram em cavernas costumam usar para PROTEGER seus animais AMADOS). Experimentem digitar "cat fence" no google. =)

Para deixar bem claro (mais claro, só desenhando): eu não acho que pessoas que moram em casas não possam ter gatos, acho que pessoas IRRESPONSÁVEIS não devem ter gatos (ou animal nenhum, apenas de pelúcia!). Basta telar (será que doi? No bolso talvez rs). É tão, mas tão simples criar um animal de forma responsável que dá até nojinho ler certas coisas...

Um pouco de informação para os ignorantes:
http://mopibichos.sites.uol.com.br/acessoarua.htm
http://adoteumgatinho.uol.com.br/antesdeadotar.htm

Lily Zemuner disse... - Responder comentário

Já teve seus 5 minutinhos de fama, anônima educada e corajosa? Já, né? Então, tá. Agora chega que vc me deu sono.

Zzzzzz...

Deveria estar estudando disse... - Responder comentário

Sábia anônima, tão otária que vem aqui ver "futilidades alheias" por que mesmo?) e não repara (do alto de sua sapiência) que a Lily sempre teve um link de divulgação de adoção de animais. Eu também tenho, e cruel que sou, sempre visitei tais instituições.
É melhor deixar a gatinha na rua, como é o caso da gatinha da Lily, do que tratá-la e tentar conquistá-la aos poucos? Gente extremista como você não sabe viver em sociedade.
Vai limpar a areia dos seus gatos e não torra a paciência alheia.
Ah, sua casa não deveria ser só telada, deveria ser cimentada, pois, como já disse, gente assim não sabe viver em sociedade.

Anônimo disse... - Responder comentário

SÓ OS IDIOTAS NÃO MUDAM DE OPINIÃO

"Nada mais patético do que conversar ou discutir com quem tem a mentalidade obtusa e fechada e não quero isso pra mim, ser o lado tacanho da parada, uiiii!

Assim, vou estudar tanto quanto vocês este post, que pode não fazer muito sentido para quem mora em apartamento, mas que com certeza trata de um tema polêmico para quem tem gatos em casas"
http://www.maedecachorro.com.br/2011/01/lugar-de-gato-e-dentro-de-casa.html#axzz1RS2orRzD

A Ana Corina tb tinha a visão tacanha de vcs, foi duramente criticada, pesquisou e mudou de opinião. Isso é o que pessoas inteligentes, questionadoras, com senso crítico fazem: evoluem. =)

(ah, criança, antes fosse só ego rs. É meu amor verdadeiro por esses animaizinhos indefesos que me faz tentar levar informação para os estúpidos. É graças a vcs que existem tantos animais abandonados e maltratados por aí)

"Se você não faz parte da solução, faz parte do problema"

Anônimo disse... - Responder comentário

Qual seria a diferença entre uma gata de rua e uma gata com dono IRRESPONSÁVEL criada com acesso á rua? A segunda vai morrer atropelada/envenanada/espancada de barriga cheia? Ah, tá...entendi. Como dizia a minha avó, cabeça não é só para carregar cabelo, mas para pensar rs.

Lily Zemuner disse... - Responder comentário

Cara, na boa, quem vc pensa que é pra ofender pessoas que nem conhece de forma tão mal educada e grosseira? Vc não me conhece, não sabe absolutamente nada sobre mim, mas definiu que eu já sou alguém que abandona e maltrata animais?

Guarde sua maldade e seu fanatismo para si. Eu não preciso provar nada para ninguém. Faça uma favor a mim e a si mesma: deixa meu blog fútil para lá e procure algo que te preencha. Pense o que quiser de mim porque eu, pelo menos, dou minha cara à tapa, enquanto vc se esconde por trás de um "anônimo" para façar barbaridades.

Se fosse tão boa, tão inteligente, tão sábia e tão corajosa estaria agora mesmo ajudando ao invés de ficar aqui perdendo seu tempo ofendendo quem vc nem conhece.

Passar bem.

Lily Zemuner disse... - Responder comentário

Interessante sua forma de pensar: se eu largasse a gata na rua, sem comida, sem carinho, se eu não a tivesse levado ao veterinário, nem tivesse castrado, mas jamais tivesse comentado nada, eu seria a pessoa normal que todo são. Mas pq eu cuidei e simplesmente não guardei dentro da minha casa, eu sou um ser humano ruim, ignorante, burro e maldoso?

Vc acha mesmo que é tão inteligente? Para mim, é só mais uma frustrada e preconceituosa.

Vc é a versão fanático-religiosa, homofóbica e shiita do defensor dos animais. Nem sabia que esse tipo de gente existia, que desprazer.

jack disse... - Responder comentário

LEVE PARA SUA CASA....FIQUEI EMOCIONADA EM SABER Q AINDA EXISTEM PESSOAS DE BOM CORAÇÃO COM RELAÃO AOS ANIMAIS ...VC TEM UMA LUZ...ESPERO Q SEJA ABENÇOADA SEMPRE...AMO SEU BLOG...UM BEIJO ^^

Anônimo disse... - Responder comentário

ANÔNIMA LEIA COM ATENÇÃO!!!

Siga os passos abaixo:

1º Crie um site chamado www.adoteumornitorrinco.com (tem que ser .com);

2º Crie uma ONG que defenda as 'Formigas Anãs Albinas da Juréia' e 'Os porcos-espinho de Guiné Equatorial';

3º Vá se fo***!

4º Se filie ao MEDIOCRESPEACE (ONG destinada à pessoas em extinção como você);

5º Repita o 3º passo;

6º Ouça Motörhead, DIO e Running Wild e seja feliz!

Krinkous Pittas

Lily Zemuner disse... - Responder comentário

Miss Dior acaba de comer Whiskas até lamber os beiços e não quer ir embora. Tô tratando mal, né? rs...

Juliana Toledo disse... - Responder comentário

Como eu disse num comentário ai em cima, sou veterinária e estou me especializando em felinos! Não é do dia pra noite que você vai colocar dentro de casa uma gata que foi criada a vida inteira na rua. O primeiro passo já foi dado, castrar, dar comida... aos poucos a gata vai ficar mais mansinha, e quem sabe ficar dentro de casa, eu já criei muitos gatos da mesma forma que a Lily aqui na garagem do meu condôminio! O risco deles sumirem por atropelamente/envenenamento é MUITO grande SIM, mas eu costumo dizer, que quando os gatos somem dessa forma, normalmente cedo ou tarde achamos o corpo! Esses gatos que SOMEM do dia pra noite, provavelmente é vitima de um EULURÓFILO (google it). As vezes o gato está bem tranquilo tomando um solzinho e de repente... PAAAAHHHH.. é capturado por um eulurófilo, e nem sabe o que aconteceu, ele fica super assustado, e com certeza pensando: "quem é essa louca, eu tava no meu banho de sol, relaxandooooo"

Existem muitos animais abandonados na rua.. ANÔNIMA.. deixa a menina cuidar dessa gatinha.... E caça alguns ai na sua rua.. pq com certeza tem muitos passando fome e frio!!!

Lily nem abala.. logo a Dior fica mais acostumada com você, após a castração, os hormônios ainda ficam circulando no organismo por 4 meses, por isso vai demorar um pouquinho para ela amansar... e aos poucos quem sabe você consegue acostumá-la a usar uma coleira de identificação! Pelo menos assim, quando ela for passear, e alguém ver, vai saber que tem dona!!!

Ahh e para quem não sabe, felinos fêmeas cobrem 3,5 Km de território! E os machos: 5,2 Km!! Ou seja, quase 4 quarteirões completos de cobertura!!!

=D

Beijos!!

http://bichosentrelivros.blogspot.com/

Juliana Toledo disse... - Responder comentário

Ahhh.. e WHISKAS SACHÊ é SAUDAVEL para todos os gatos! 2 sachês por dia/qlq sabor, é o ideal para complementar a alimentação, e evitar problemas urinários!
Eu apenas não recomendo a Whiskas seca, devido alto teor de sódio e fosfato!

Lily Zemuner disse... - Responder comentário

É isso, Juliana. Aos poucos eu conquisto a bichinha, porque ela já me conquistou completamente. Ela vem TODOS os dias, mas ainda não aceita ficar em casa. Em poucos meses me mudo para um condomínio enoooorme e cheio de mato, ela vai junto e lá tenho certeza que vamos conseguir.

Obrigada pelo apoio. É bom ler gente inteligente que SABE do que está falando.

Anônimo disse... - Responder comentário

Lily, que anonima idiota!
Eu sou uma anonima que te apoia ta?
Muito bonita a sua atitude!!!!

bjos

Lu disse... - Responder comentário

Muito fofa a tua Dior, leva sim, não deixa ela na rua...eu sou apaixonada por gatos quero levar todos para casa hahaha, tenho 2 gatas, lindas, meigas e fofas uma tigrada preta e uma meio branca com cinzento e elas dormem enroscadinhas e formam YNG-YANG, um dengo só!!!

Vanessa disse... - Responder comentário

Eu tenho 2 gatinhos, moro em casa mas não os deixo sair por 2 motivos: os vizinhos "adoram" dar veneno para matar os gatos da vizinhança, já ví diversos casos como esse. Um dos meus gatinhos até ficava no quintal, porém ele aprendeu a ir andando pelos telhados até chegar em uma casa em que o dono tinha passarinhos, e por pouco ele não matou um dos passarinhos.... imagina se tivesse matado? o problemão q eu iria arrumar! portanto os meus gatinhos ficam em casa mesmo, tem bastante espaço... mas obviamente isso foi mais fácil comigo pois eles vieram morar comigo desde filhote..então para eles é mais fácil. Quanto a um gato adulto é muito difícil para o gato, pois a mudança é muito drástica.. mas Lily, vc vai ver que quando vc conquistar a confiança da Dior vc vai achá-la dormindo na sua casa qualquer dia desses...rs... bjs

Anônimo disse... - Responder comentário

Lily,
Sabe qual o grande problema de muitas pessoas? Elas não sabem identificar as reais necessidades dos animais e começam a tratá-los como se fossem bebês (humanos, quero dizer). Essas pessoas não entendem que as necessidades dos homens e dos animais são diferentes e aí ficam inventando bobagens e restrições (tipo aquelas pessoas que compram roupinhas de grife, coleiras de diamante, achando que o bicho não vive sem isso). Se a gatinha sempre viveu nas ruas não vai, de uma hora pra outra, viver dentro de uma casa reclusa e feliz. O instinto animal sempre vai prevalecer, e embora, haja riscos pra ela na rua, ela é uma gata e não um bichinho de pelúcia, que largamos onde nos dá vontade e ela fica lá para nosso deleite. Algumas pessoas perderam a noção das coisas. Será que é melhor o gato (sobre)viver muitos anos e ser privado das coisas que ele gosta de fazer? Tenho arrepios dessa gente que gosta de encher a paciência dos outros se achando o "domesticador de animais irracionais" pq é bem isso, eles acham que vão tornar a vida dos bichinhos muito melhor se fazê-los viver como humanos...

Vc e a Dior se escolheram e é o que importa.

Bjs, Val

Anônimo disse... - Responder comentário

"Esses gatos que SOMEM do dia pra noite, provavelmente é vitima de um EULURÓFILO"

(esses é? Vitima? Que português deprimente...ai!) Eu odeio sentir vergolha alheia =(. Realmente é muito bom ler "gente inteligente" hahahahaha (ah, que falta faz o senso crítico!)
Essa coisa aí é a prova de que existem VETERINÁRIOS e veterinariozinhos. E, neste caso, até entendo defender o acesso à rua (= cirurgia de emergência, internação, longos tratamentos de gatos com FIV/FeLV, etc). Faz $entido...faz muuuito $entido. =)

"Miss Dior acaba de comer Whiskas"

pq não me impressiona que essa ração vagabunda e barata seja a escolhida para alimentar a gata?

Seria engraçadíssimo se não fosse trágico.

Fiquem aí batendo as cabeças na parede, dentro de suas cavernas, que é o que pessoas tapadas fazem. Adiós! (pobre gata azarada...)

Tamiris Escórcia disse... - Responder comentário

Dior? HAHAHA
Leva sim, ela é linda!

Anônimo disse... - Responder comentário

Bem perseguidora a moça... Bom, eu criei (e crio) apenas um gatinho nessa vida, então não sou especialista e tal. Sempre queria evitar que ele saísse na rua, pois tinha receio do que poderia acontecer com ele. Uma noite, em que ele tinha saído, vi um bando de cachorros perseguindo e matando um gato, nossa quase morro. Era contra a castração - achava anti-natural -, mas após esse episódio resolvi fazê-la e meu gatinho se aquietou um pouco - ainda sai, às vezes, o malandro. Bom essa história é pra dizer que se o meu gato que foi parido e criado em uma casa vivia fugindo, imagina um gatinho criado na rua, que com certeza já deve ter sofrido com pessoas ruins, experiências ruins etc. Torço para que, aos pouquinhos, a Dior vá se acostumando a ter um lar.

Beijos,
Caroline B.

Anônimo disse... - Responder comentário

Ah, o correto é ELURÓFILO e não eUlurófilo (lol)!

Lily Zemuner disse... - Responder comentário

Vc não cansa não, minha filha? Aff...

Ficou sem argumentos e agora fica procurando erros de digitação, concordância e escrita?

Hahahaha... tosca!

Dani disse... - Responder comentário

O melhor pela gata você já fez: Castrou! Parabéns!

Postar um comentário

Meu jardim está florido.
E o seu?

Posts Relacionados