24 novembro 2011

Meu dia-a-dia em 4 fotos


Todo mundo sabe que eu sou arquiteta e que tenho blog por diversão - tá certo, não dá para negar que o blog acabou se tornando mais que lazer, diria que é uma obrigação prazerosa - mas quase ninguém sabe o que faço no meu dia-a-dia de escritório, projetos, obras e tudo mais. Recebo muitos e-mails de meninas que estão querendo prestar vestibular para arquitetura e querem dicas da profissão. Para elas respondo que o arquiteto é um dos profissionais mais inespecíficos que existe, tem lugar para arquiteto em quase todas as áreas. Projeto, obra, hidráulica, elétrica, cálculo estrutural, planejamento, urbanismo, paisagismo, design de interiores, vitrinismo, vendas, orçamento, etc. Portando, é difícil pra caramba contar da profissão, uma vez que o que eu faço é completamente diferente do que meus amigos arquitetos fazem, por exemplo. 

Quem quer ser arquiteto tem que ter amor pela arte, em todos os sentidos, habilidade com desenho, vontade de aprender e conhecer sempre mais (as inovações tecnológicas na área da construção civil são intermináveis) e gosto pelos números. Sim, esse papo de dizer que engenheiro lida com número e arquiteto com desenho é balela, não dá para fugir deles. Eu, por exemplo, trabalho com orçamentos e planejamento de obras, ou seja, planilhas, números, contas, gráficos, cronogramas. O que não me livra do amado and odiado AutoCad, rs...

Para resumir bem como é meu dia-a-dia de arquiteta, fiz algumas fotos:

Cálculos, planilhas e muitos números.
Plantas, .dwg, .plt, plotagens e afins.
Inspiração arquitetônica indispensável de todos os dias.
Meu companheiro mais fiel: AutoCad.

Se alguém aí tiver interesse pelo curso de arquitetura, pode perguntar nos comentários desse post que eu vou respondendo. E, se houver alguma arquiteta de plantão, conte-nos como é sua rotina.

Apenas para complementar: estudei Arquitetura e Urbanismo na Faculdade de Belas Artes de São Paulo e fiz pós graduação em Gerenciamento de Empreendimentos na Construção Civil no Mackenzie, também em SP. Sempre quis trabalhar com urbanismo, habitações populares e tecnologias de construção popular em geral, mas acabei onde estou e confesso que gosto muito.

28 comentários:

Lívia Nascimento disse... - Responder comentário

Hummm legal hein...
Eu fiz desing de interiores e amei todo o curso, mas infelizmente não trabalhei na área, mas ainda espero... Depois prestei vestibular para Arquitetura e não passei por causa da prova aberta de física, porque o resto eu fui super bem, em desenho então eu fui super bem...
Mas depois fiz jornalismo e agora trabalho com moda e adoro o que faço.. Mas minhas inspirações na moda vem todas da arte, arquitetura, design e afins...
Parabéns pela sua profissão.. muita saúde e sucesso para desenvolver o que faz...
bjokasssssssssss

Ana disse... - Responder comentário

Oi Lily, acompanho teu blog todos os dias (tenho ele no meu google reader!) mas nunca comento, pois nunca dá tempo! Também sou arquiteta, e hoje tive que abrir uma exceção pra contar sobre o meu trabalho também.
É bem como tu disseste, a arquitetura tem muuuitas áreas diferentes, e eu atuo numa das que tu não citaste ali no post: arquitetura efêmera. Eu faço projetos de estandes, showrooms, PDVs e qualquer outra estrutura efêmera que o cliente precisar ou inventar. No meu caso, recebo o briefing da área comercial da empresa e crio o projeto do estande em 2d e 3d, enviamos pra ele e se aprovado eu faço projeto executivo e detalhamentos e o mesmo é pré-montado aqui no pavilhão da empresa. Depois é desmontado, embalado e vai até o local da feira onde é montado definitivamente. Depois da feira ele volta pra cá aos pedaços e podemos usar alguns deles nos próximos projetos, e assim vai...
É um mercado muito dinâmico, onde projetos que normalmente durariam 2 semanas, preciso fazer em 2 dias. Entende agora porque nunca comento? hehehehe Adoro teu blog, beijos!

Luana disse... - Responder comentário

Nossa você super me ajudou! Sou advogada e , sinceramente, não sou amante da minha profissão.
Amo moda e disign de interiores, por isso ultimamente ando pensando muito na possibilidade de fazer arquitetura e me especializar em design. Porém, não sei se tenho habilidade em desenho. Será que esse é um empecilho muuuuito grande, Lily???
Parabéns pelo blog. Comecei a acompanhá-lo na semana passado, e dou um pulinho aqui todos os dias, pois estou gostando demais! Bjims

Juliana Machay disse... - Responder comentário

Também sou arquiteta e trabalho em outra área diferente do que as outras meninas descreveram. Faço projetos de arquitetura em si, mas também de todas as instalações prediais (trabalho 95% com edificações residenciais). Além disso acompanho as legalizações junto aos órgãos competentes (olha a burocracia, gente) até a liberação do habite-se. É praticamente a gestação do prédio até seu parto (que comparação tosca).

Ronise disse... - Responder comentário

eu sou estudante de arquitetura, estou no 7o. período (e no 6o. e no 8o., ai meu Deus! hahaha), trabalho na construtora da minha família (que atua mais na área de obras públicas e agora bem forte em habitações populares no programa Minha Casa Minha Vida) e também tenho uma empresa com meu irmão (construimos e vendemos sobrados). o que eu posso dizer é que a faculdade É MUITO PUXADA e exige TUDO da gente. então, quem estiver pensando em cursar arquitetura, tem que pensar nisso. tem que gostar muito ou ter um objetivo certo pela frente, senão é muito fácil desistir.

Lily Zemuner disse... - Responder comentário

Ana, é verdade, esqueci de mencionar quem trabalha com estandes. Aliás, uma área pra onde eu quase fui, mas acabei optando por planejamento mesmo!

Meninas, que legal saber que existem tantas arquitetas entre nós! Estou adorando conhecer melhor cada uma de vocês.

Ronise, você tocou num ponto muito importante, a faculdade de arquitetura é puxadíssima! Se você trabalha e estuda, esqueça que precisa dormir e acostume-se, quase sempre irá varar noites em claro. Serão 5 anos de muito suor, mas vale a pena!

Mulheres Super Estilosas disse... - Responder comentário

é cada macaco no seu galho... eu não me daria nem um pouco com tantos números, o meu negócio é lidar com o público... mas adorei conhecer um pouquinho do seu dia ;)

bjaummm
cris

http://mulheressuperestilosas.blogspot.com

Jowzinha disse... - Responder comentário

Poxa, legal saber um pouco mais da sua profissão. Também tennho uma arquiteta na família, mas confesso que nunca me interessei pela coisa embora ache ser uma profissão legal. Como você diz, envolve arte em geral e arte envolve criatividade. Por isso a necessidade de estar sempre de olhos na inovações mundo afora.
Só tenho a te dizer parabéns, Lily. Que você tenha muito mais sucesso na sua vida profissional e que cada vez faça mais coisas que gosta, pois este é o sucesso da realização e da vida.

=**, Jowzinha
Pensando Música.

Laura Arvellos disse... - Responder comentário

Olá, tem novas postagens lá no blog. Da uma passadinha lá! Adorei a postagem parabéns !

Se quiser curta a página no Facebook , que esta lá no blog .

Beijos :*

@LaauraArvellos
http://garotas-up.blogspot.com

Elisabete Novaes disse... - Responder comentário

Bom dia meninas!
Meu nome é Elisabete e sou bibliotecária. Creio que comentei aqui muito poucas vezes (e faz tempo), mas passo aqui todos os dias. Gostei muito deste post, não pretendo fazer arquitetura, mas é uma área muito interessante. Já trabalhei um pouco com arquitetos em duas áreas diferentes também da minha profissão (que é tão ampla quando a de vocês). Meu primeiro emprego (depois de formada) foi numa empresa, creio que parecida com a sua Lily, mas especializada em Geotecnia da Engenharia Civil (fundações, pavimentações e etc...) e tinha um arquiteto lá trabalhando em conjunto com os engenheiros nas obras, ele paricipava das licitações também, e eu era a bibliotecária que organizava e cuidava do pequeno acervo de livros e multimídias e arquivos deles pois além das obras eles eram consultores. Depois fui trabalhar com arquivos de patrimônio relativo aos imóveis tombados do Estado de São Paulo e lá tinha vários arquitetos que trabalhavam na vistoria e análise para tombamento e reformas de prédios tombados.
Duas áreas diferentes dentro da Arquitetura, espero que ajude, ou satisfaça mera curiosidade se não der preguiça de ler este comentário que ficou mais longo do que pensei... ;)
Adoro seu blog Lily!
Bjoss!!

Isabelle disse... - Responder comentário

Oi!!

Eu estou me formando em arquitetura agora em dezembro. (deu pra perceber pq eu não comento? rs)
Mas sou formada técnica em edificações e sempre trabalhei com orçamentos. Planilhas, planilhas, cads, projetos, lidar com fornecedores... rsrsrsrs
Sinceramente? Adoro!
E quero me especializar nisso depois da formatura! Louca! rs

Que bom conhecer "colegas" de profissão!

Beijos!

Nat Viegas disse... - Responder comentário
Este comentário foi removido pelo autor.
Nat Viegas disse... - Responder comentário
Este comentário foi removido pelo autor.
Cris disse... - Responder comentário

Oi, Lily!

Não gosto de números, apesar de ser algo que não dá para fugir muito...mas essa profissão pra mim não dá mesmo. Minha irmã mais nova quer ser arquiteta de todo jeito, matriculou-se em um cursinho e está correndo em busca de uma boa faculdade...

Bjs!

Kah Moraes disse... - Responder comentário

Lilly linda, eu sumi por causa das provas, mas já já mando um e-mail te respondendo.
Eu acho super interessante essa área, apesar de que eu jamais faria. Sou péssima com números. Não sei se já comentei, mas faço Direito e sou apaixonada.
Adorei saber da sua rotina flor
vc é uma fofa
beijoooooos

maite disse... - Responder comentário

Existe pessoinha mais encantadora que a Lily? Não mesmo!
Beijos.
Maite.
www.casoseacasos-maite.blogspot.com

Anônimo disse... - Responder comentário

Oi, Lily! Tudo joia? Puxa, achei muito bacana essa sua ideia de mostrar um tiquinho de sua rotina de trabalho!

Sucesso!!

Beijo!

Lara.

Anônimo disse... - Responder comentário

Oi, Lily!

Confesso que fiquei surpresa com esse post porque comecei a sentir vontade de conhecer mais sobre o curso. Ontem mesmo fiz uma pesquisa, olhei currículos de algumas faculdades, mensalidade, etc. Aí lembrei de você e pensei que pudesse perguntar sobre. Depois acabei desistindo.

Hoje entro aqui (sou frequentadora assídua..rs) e me deparo com esse post. Já sou formada na área de Comunicação, mas sinto que existe uma lacuna que precisa ser preenchida.

Adorei o post e me deixou ainda mais instigada. Acredita que ontem também pesquisei sobre História da Arte?

Beijos, Lily!

Tenha um ótimo restinho de semana =)

Cris

Clau disse... - Responder comentário

Lily, seu look de saia longa e florida foi uma inspiração...rs

depois dá uma olhadinha no resultado...

bjos

ValLindinha disse... - Responder comentário

Ah! Ainda bem que sou pedagoga!

Carolina de Castro disse... - Responder comentário
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse... - Responder comentário

Sou arquiteta e trabalho com urbanismo e habitação popular!
Quando me formei meu objetivo era justamente um emprego com o que mexo atualmente!
Mas não rolou na epoca!
Então fiz pós graduação em gerenciamento de projetos e até começei a trabalhar com a parte burocratica do processo, mas meio que brochei com o tempo.
Sai do emprego em que estava, sem outro lugar para ficar, desempregada e fui correr do que gosto!
Acabei parando no escritório aonde trabalho já tem 3 anos e a mais ou menos 3 meses fui chamada para ser sócia dos arquitetos numa forma de coperativa!
Sou muito, muito feliz com o que faço.
Meu sonho era habitação popular e urbanismo e não desisti!
Eu acho que isso é o melhor na arquitetura, o leque amplo de coisas a se fazer e as várias formas de ser feliz num mesmo tema!
beijos

Miilena Cazumbá disse... - Responder comentário

Oi Linda! acompanho o blog faz um bom tempo, mas ñ comento os post... agora deu coragem rs...eu sou estudante de Edificações e penso em fazer Arquitetura, gostaria de saber em relação a ter aptidão pro desenho, se é importante e o que vc acha sobre o mercado d trabalho na área. bjinhos e obrigada

lágrimas do céu disse... - Responder comentário

Oi.

Entrei na faculdade logo que saí do ensino médio. Por não saber o que fazer acabei indo parar em Engenharia Química na Fei (São Bernardo do Campo). No começo estava encantada. AMO números, então achava que estava no lugar certo. Depois comecei a 'namorar' os projetos da Engenharia Civil e comecei a perceber meu amor por desenho técnico.
Voltando ao meu curso...Estudava dia e noite, noite e dia e ia mal, até porque não tinha amor pelas minhas matérias. Comecei a ficar desmotivada. Mais de 60% da minha sala reprovou e fui uma delas. No segundo ano resolvi criar vergonha na cara e assumir que estava fazendo o curso errado. Não sou muito ligada em arte, apesar de gostar. Mas em compensação AMO desenho técnico, por exemplo. SEMPRE sonhei em fazer algo ligado a designer de interior. Estou insegura por já ter errado o curso uma vez.. Você acha que mesmo não sendo aquelas fanáticas por arte, posso me dar bem em Arquitetura?

ps.: Me interesso muito em coisas ligadas ao meio ambiente, por exemplo.

Lily Zemuner disse... - Responder comentário

Claro que pode. É como eu disse, arquitetura é muito ampla, você pode escolher trabalhar com arquitetura sustentável, por exemplo, já que gosta de meio ambiente. Tenho um amigo arquiteto que trabalha com isso e adora! Não precisa nem ser apaixonada por arte, nem ser expert em desenho, basta seguir a área que se enquadre melhor nas suas aptidões.

Beijos, meninas.

Pamela Araújo disse... - Responder comentário

Que legal, vejo sempre seu blog e não sabia que era arquiteta!
Eu estou no 6º semestre de arquitetura e urbanismo mas já sou formada em Design de Interiores. Faço estágio na administração de uma cidade aqui em Brasília (é como se fosse a prefeitura), na área de planejamento urbano de áreas públicas e eu amo! Além disso que faço no estágio trabalho como profissional autônoma com projetos de interiores e apresentações de projetos.
Realmente a área é muuuuuito ampla e a melhor coisa é aproveitar o período acadêmico para conhecer várias áreas, assim fica muito mais fácil de descobrir o que realmente gosta e claro ter uma experiência de cada pedacinho da arquitetura.

Carla disse... - Responder comentário

Oi, eu acho que já está um pouco tarde pra comentar esse post, né? hehe Eu descobri ele vendo a retrospectiva de 2011... enfim, queria fazer uma pergunta por pura curiosidade, o que você faz nas visitas às obras?
Espero que você veja meu comentário hehe

Beijo

Lily Zemuner disse... - Responder comentário

Oi, Carla!

Nas visitas às obras eu faço controle, fiscalização. Vejo se a obra está sendo executada de acordo com o projeto, resolvo possíveis intercorrências de campo (as coisas nunca acontecem como a gente projeta, sempre tem algum imprevisto), e faço, junto com a fiscalização, a medição dos ítens de projeto.

B-jinhos.

Postar um comentário

Meu jardim está florido.
E o seu?

Posts Relacionados