25 junho 2014

Adeus, meu Atreio...


Ele se foi.

E eu, que sempre fui razoavelmente boa com as palavras, simplesmente não tenho nada para dizer. Não consigo. Sinto um vazio imenso e uma tristeza que nem dá pra descrever.

- Fica em paz, meu pequeno guerreiro. Eu te amo. Eu vou te amar sempre.

3 comentários:

Cíntia Pandolfi disse... - Responder comentário

É uma dor imensa mesmo! Serem carinhosos que nos ganham e se vão. Fico feliz que voltou a postar, sdd

Franciele Agnoletto disse... - Responder comentário

Infelizmente conheço essa dor bem de perto, e sei também que o preço de viver com esses anjos é o sofrimento da despedia. Já faz algum tempo deste post, mas quero deixar registrado que sinto muito ♥

Lily Zemuner disse... - Responder comentário

Muito obrigada pelo carinho, Franciele!! =)

Postar um comentário

Meu jardim está florido.
E o seu?

Posts Relacionados